H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Professor Afonso

E o inverno vem chegando

Com as baixas temperaturas, o ritmo de nossa vida também tende a passar por mutações bastante acentuadas (Foto: Pixabay )

José Afonso de Oliveira 

Estamos entrando no inverno, momento este muito especial, mas que revela também o que está acontecendo com a natureza. Geralmente nesta época do ano já estamos com um frio bem acentuado, especialmente aqui pela nossa Região Sul.

Com as baixas temperaturas, o ritmo de nossa vida também tende a passar por mutações bastante acentuadas e facilmente verificadas. Dormir bem nesta época do ano não só é aconselhável como também necessário, já que sair de casa para realizar qualquer atividade, especialmente no período noturno, é muito mais penoso.

Também os hábitos gastronômicos tendem a ser mais amplos, com maior fartura de pratos e boas bebidas, tanto alcoólicas quanto sem esse ingrediente.

Usamos roupas mais pesadas em maior quantidade para nos abrigarmos do frio, principalmente nos momentos em que estamos fora de nossa casa, trabalhando ou realizando qualquer outra atividade.

Mas estamos, já há algum tempo, percebendo que as temperaturas baixas se resumem a alguns dias do ano no inverno, e olhe lá. Esse é um fato verificável e a tendência é que ele se repita cada vez de forma mais escassa.

Como temos um padrão de produção e de consumo em grande quantidade para uma população crescente no planeta, mas que também contém enormes desperdícios, isso tudo está levando seriamente às mudanças climáticas em toda a Terra, motivadas, claro, pelas questões de agressão ao ambiente natural.

A persistirem essas questões, e infelizmente tudo leva a crer que não terão fim, ao menos em momentos tão próximos, é de se esperar também a incidência maior de mudanças naturais com todas as suas consequências.

O Acordo do Clima em Paris, que surpreendentemente o governo atual dos Estados Unidos não aceitou, é algo bastante sério, no sentido de que as consequências já estão acontecendo em várias partes do mundo. Esse documento é muito benfeito, propondo uma série de medidas de sorte a mitigar os efeitos perversos das mudanças climáticas que estão ocorrendo mundo afora.

A situação que está sendo posta na prática é que rapidamente ou mudamos de comportamento, tendo como preocupação fundamental as questões ambientais, ou, sem a menor chance de reverter esse quadro, ele só vai piorar, podendo mesmo chegar ao cúmulo de inviabilizar a vida no planeta.

* José Afonso de Oliveira é sociólogo e professor universitário em Foz do Iguaçu. 

X