H2FOZ | Notícias | Foz do Iguaçu
  1. Home
  2. Professor Afonso

Eleições municipais

Prof. José Afonso de Oliveira I OPINIÃO

Dada a questão da pandemia que estamos vivendo, entenderam os congressistas de realizarem uma mudança constitucional que possibilita a mudança da data das eleições municipais para o dia 15 de novembro, no nosso caso, pois não temos número suficiente de eleitores para realizarmos um segundo turno.

Sendo assim, a propaganda eleitoral também é adiada para mais próximo das eleições, o que vai possibilitar que os eleitores possam ter uma ideia, mesmo que aproximada, daquilo que os candidatos a prefeito e a vereador vão apresentar.

Essa, com certeza, é uma eleição bem diferenciada, pois vai ser realizada exatamente quando já estará prevista a fase de superação da pandemia do coronavírus, com todas as suas consequências, que não são poucas.

Aí estaremos diante de duas realidades: a primeira é a própria crise do coronavírus, com as mortes e todo o sofrimento que isso acarreta, sem que haja qualquer possibilidade de superação de tudo o que já tenha acontecido.

A segunda questão são as mudanças na sociedade, do ponto de vista negativo com empresas falidas, altas taxas de desemprego, e tudo isso terá de ser recomeçado, e as propostas aí serão muitas, algumas inviáveis, outras possíveis.

Mas estejamos atentos porque mudanças positivas também vão ocorrer, como a utilização muito mais intensiva da internet e das redes sociais para a realização de uma série de atividades que vão das escolas às universidades, passando, é claro, por formas inovadoras de trabalho e empregabilidade. Isso já está em andamento e deverá ser ampliado cada vez mais.

Acredito que o mote da campanha eleitoral será mesmo as formas utilizadas para combater a pandemia, desde aquelas com maiores transformações, como fechamentos e aberturas das atividades econômicas, até as possibilidades de atendimento à população naqueles momentos terríveis da pandemia. 

Será, pois, uma campanha política que vai exaustivamente ser lastreada pela realidade que estamos vivendo, devendo os candidatos apresentarem propostas muito concretas de superação da crise, que vai estar muito aguda. 

Aqui estamos apenas fazendo um exercício intelectual para podermos tentar abrir caminhos para os candidatos explicitarem muito melhor as suas formas de ação, as suas propostas mais concretas e pertinentes.

 

* Prof. José Afonso de Oliveira é sociólogo e professor universitário em Foz do Iguaçu.

______________________________

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

Quer divulgar a sua opinião. Envie o seu artigo para o e-mail [email protected]

X