Argentina se fecha ainda mais e suspende voos do Brasil, México e Chile

O governo argentino promulgou decreto que suspende, a partir deste sábado, 27, a chegada de voos procedentes do Brasil, Chile e México, devido ao crescente aumento de casos de coronavírus nesses países e à circulação de novas variantes do vírus, informa a agência governamental Télam.

Já estavam suspensos os voos procedentes do Reino Unido e Irlanda do Norte, onde circula uma variante britânica do coronavírus.

A exceção será para voos com data de chegada programada dentro das 48 horas anteriores à vigência do decreto. Foram ainda autorizados voos necessários ao regresso de argentinos e estrangeiros residentes, também no caso de terem saído do país em data anterior ao decreto.

Os argentinos que retornarem terão que fazer um teste de covid-19 na chegada, fazer um isolamento obrigatório e um novo teste uma semana depois, tudo às próprias custas.

A Argentina registrou na quinta-feira 8.238 novos casos de covid-19, elevando o total de positivos para 2.278.115. Houve ainda 146 mortes pela doença, aumentando o total para 55.092.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.