Foto aérea do Parque Nacional do Iguaçu, com autoria de Denis Ferreira Netto/Aarquivo?PNI).

Passe Comunidade no PNI é debatido pela bancada de deputados federais do Paraná

Mais notas do blog: vereadora quer dia para o futebol feminino em Foz; Hangar PTI: novas ideias para Foz; covid-19 afeta empréstimos às classes C e D; deputados adiam volta 100% presencial devido à variante delta.

Reunião em Brasília (DF) entre gestores iguaçuenses e bancada de deputados federais do Paraná discutiu o Passe Comunidade no Parque Nacional do Iguaçu. A proposta é diferenciar a tarifa de acesso à unidade de conservação para moradores das cidades lindeiras, entre os turistas brasileiros e do Mercosul (da Argentina, Paraguai e Uruguai) e os visitantes de outros países.

De acordo com a nota distribuída pela Agência Municipal de Notícias (AMN), a bancada de parlamentares paranaenses na Câmara Federal manifestou apoio ao pleito.

Vereadora quer criar dia para o futebol feminino em Foz

De autoria da vereadora Anice Gazzaoui (PL), projeto em trâmite no Legislativo institui o Dia do Futebol Feminino em Foz do Iguaçu, para ser celebrado a cada 19 de fevereiro, inserido no calendário oficial do município, a fim de incentivar a prática do esporte. O motivo da data? Nesse dia nasceu Marta, ícone da seleção brasileira.

Hangar PTI: novas ideias para Foz

O Parque Tecnológico Itaipu (PTI – BR) realiza cerimônia de lançamento do Hangar PTI Startups – edital de ingresso à Incubadora Santos Dumont, nesta quinta-feira, 19. Trata-se de mecanismo de fluxo contínuo com ciclos de convocações para capacitação e seleção de ideias inovadoras, atuando como base para as demais fases do Programa de Incubação do PTI.

Variante delta: deputados adiam volta 100% presencial

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) decidiu adiar o retorno das sessões plenárias de forma 100% presencial, pelo menos até outubro. Segundo o Legislativo, a decisão baseia-se em “alerta das autoridades de saúde em relação à variante delta do coronavírus”.

Covid-19 afeta tomadores de crédito das classes C e D

A covid-19 piorou a vida financeira de quase metade dos tomadores de crédito das faixas de renda das classes C e D no Brasil. Para 48% dos entrevistados, a pandemia prejudicou a estabilidade financeira; 42% disseram ter permanecido na mesma condição de antes.

Entre todos os respondentes da pesquisa, realizada pela SuperSim, ninguém afirmou ter melhorado de vida durante o período pandêmico. Quanto ao motivo do empréstimo, 16% responderam ter de pagar contas ou dívidas. Já 13% disseram que iriam investir em seu próprio negócio.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Blog da Redação

Blog da Redação é de responsabilidade dos jornalistas do Portal H2FOZ. Veja mais mais conteúdo do autor.

Blog da Redação tem 0 posts e contando. Ver todos os posts de Blog da Redação