Blog pelo Paraná – Doação de órgãos, Lei seca e Eleição segura

Coluna da Associação dos Jornais Diários do Interior do Paraná, quinta-feira 29 de setembro de 2022.

Apoie! Siga-nos no Google News

Campanha
O Ministério da Saúde lançou a campanha nacional de doação de órgãos e tecidos. O tema da campanha é Amor para Superar, Amor para Recomeçar e o objetivo do ministério é incentivar a discussão do tema dentro das famílias. A lei brasileira determina que a família deve autorizar a doação de órgãos e, por isso, é importante que a vontade do doador seja conhecida pelos parentes. O Brasil é o segundo país do mundo que mais realiza transplantes, que é garantido a toda a população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS).

Doação de órgãos
No Paraná, em 2021, foram 36 doações por milhão de habitantes. Neste ano, até março, este índice já é de mais de 41 doações por milhão, segundo o Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. Apesar disso, o estado ainda tem cerca de 3 mil pessoas esperando por um órgão. A taxa nacional de recusa da família ainda é alta, 44%, sendo um dos principais motivos de impedimento a doação. No Paraná, a taxa de recusa é de 25%.

Piso da enfermagem
O presidente da Confederação Nacional dos Municípios, Paulo Ziulkoski, criticou a temporalidade dos projetos atualmente em tramitação no Congresso que tentam viabilizar fontes de financiamento para o piso da enfermagem. De acordo com ele, as propostas trazem “recursos provisórios para uma despesa permanente” e não resolvem de fato o problema. Ziulkoski também afirma que o cenário exige urgência, mas que precisa de “responsabilidade para evitar as consequências decorrentes dos impactos diretos e indiretos que os municípios irão sofrer”.

Lei seca
O secretário Wagner Mesquita (Segurança) afirmou que está proibida em todo o Paraná a venda e o consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos no domingo (2), das 8 horas às 18 horas, dia das eleições gerais.

Até quinta
Nesta quinta-feira (29), três dias antes das eleições, é o último dia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão. Também acaba o prazo para propaganda política em reuniões públicas ou comícios e utilização de aparelhagem de sonorização fixa. Além disso, é a data final para debates no rádio e na televisão. Na sexta-feira, 30, é o último dia para divulgação paga, na imprensa escrita, e reprodução, na internet, de jornal impresso, de anúncios de propaganda eleitoral.

Último dia
No sábado, 1º de outubro, último dia para propaganda com alto-falantes ou amplificadores de som, entre às 8h e às 22h. Também acaba o prazo, às 22h, para a distribuição de material gráfico, caminhada, carreata ou passeata, acompanhados ou não por carro de som e minitrio.

O que pode
No domingo, 2 de outubro – 1º turno das eleições, os candidatos poderão manter no ar os sites, blogs e os perfis em redes sociais, veiculando os conteúdos publicados anteriormente. Poderá ser mantida as propagandas veiculadas durante a campanha, como os adesivos em veículos e bens particulares.

Pode II
Manifestação isolada e silenciosa do eleitorado, que poderá votar usando camiseta com as cores do partido, botons, adesivos ou outros adereços que identifiquem sua preferência. A divulgação, a qualquer momento, das pesquisas realizadas em data anterior à da eleição, para todos os cargos.

Só depois das 17h
A divulgação, a partir das 17 horas, das pesquisas no dia da eleição referentes aos cargos de presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual.

Eleitor paranaense
Com uma população de 11.597.484 pessoas, o Paraná tem 8.475.632 eleitores aptos a irem às urnas no dia 2 de outubro em seus 399 municípios, 186 zonas eleitorais, 4.768 locais de votação, 25.851 seções eleitorais e 29.947 urnas eletrônicas. Curitiba é a cidade com o maior eleitorado, com 1.413 pessoas, seguida de Londrina, com 393.687, Maringá, com 294.583, Ponta Grossa, com 251.970 e Cascavel, com 233.753 eleitores.

“Vote Limpo”
Em apoio ao cumprimento das Leis fiscalizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral, em defesa dos funcionários da Limpeza Pública e em respeito ao Meio Ambiente, o deputado Ney Leprevost lançou ontem a 6ª campanha “Vote Limpo” de conscientização contra a velha prática de alguns cabos eleitorais e candidatos de jogarem “santinhos” ou colinhas na frente dos locais de votação durante a madrugada que antecede as eleições.

Dengue
A Secretaria de Estado da Saúde confirmou mais 99 casos de dengue registrados em uma semana. Desde o início do ciclo epidemiológico, iniciado em agosto, o Paraná reportou um total de 881 casos da doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti. O Paraná registrou uma morte causada pela dengue nos sete primeiros boletins da doença publicados no atual ciclo epidemiológico.

Eleição segura
Detalhes do esquema de segurança foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp/PR). Ministério da Defesa, Exército, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal e as Polícias Civil, Federal, Rodoviária Federal e Militar estarão juntos nesta semana para garantir a segurança dos 8 milhões de eleitores do estado. De acordo com Sesp, diversas ações já começaram, mas a força-tarefa atuará, principalmente, no próximo domingo (2) nas proximidades dos 4.800 locais de votação.

Melhor da história
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Wellington Emanuel Coimbra de Moura, reiterou que este ano teremos a melhor eleição de todos os tempos. “Oito milhões de eleitoras e eleitores paranaenses devem comparecer neste domingo a 5 mil locais de votação em todo o estado. Contamos, para estas eleições, com 30 mil urnas eletrônicas e com todo o apoio das forças de segurança teremos a melhor eleição de todos os tempos”, disse.

Reta final
A poucos dias do primeiro turno e liderando todas as pesquisas, Lula deve investir num tom emocional para resgatar a imagem de “Lulinha paz e amor”, além de evitar ataques. A ideia é incentivar o plano do voto útil contra Jair Bolsonaro. O otimismo petista de vitória no primeiro turno, por sua vez, deve virar munição para o presidente, que pretende explorar a “arrogância” da esquerda, principalmente no último debate, nesta quinta.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.