Blog Pelo Paraná: Novas medidas, Produção industrial, Leitos de UTI, Momento drástico, Melhor do ano, Canais, Ás claras, Não jogue pedra, Calamidade

Novas medidas
O secretário Beto Preto (Saúde) informou que na próxima semana será anunciado novas medidas de prevenção para reduzir o número de casos confirmados de covid-19. “Será anunciado novas medidas, com atenção especial para o oeste do Paraná. Vamos receber novos equipamentos e intensificar o combate ao vírus”.

Produção industrial
O IBGE divulgou os resultados da produção industrial e revelam que o Paraná foi um dos estados com menos impacto da pandemia da indústria na região Sul. Na comparação com abril de 2019, houve queda de 30,6%. Santa Catarina (-30,8%) e Rio Grande do Sul (-35,5%). O indicador nacional, no mesmo período, ficou em -27,2%.

Novo secretário
Ederson José Pinheiro Colaço, nomeado pelo governador Ratinho Junior, vai responder interinamente pelas atribuições da Secretaria Estadual de Justiça, Família e Trabalho. Colaço ocupava diretoria geral da secretaria e já chefiou o Departamento do Trabalho e Estímulo à Geração de Renda.

Leitos de UTI
O Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais recebeu mais dez leitos de UTI e com isso passou a ter 20 leitos para pacientes suspeitos ou confirmados de covid-19. A ampliação do atendimento do hospital vem sendo feita de forma gradativa, conforme estratégia de ocupação de leitos nas regiões do Paraná, hoje 658 de UTI.

Momento drástico
Estudo realizado pela Funcional Health Tech, plataforma de análise de dados do setor de saúde no país, apontou que o Brasil enfrentará o momento mais drástico da pandemia em 6 de julho, quando 1,78 milhões de pessoas deverão estar infectadas ao mesmo tempo pelo coronavírus. As análises apontam que o pico será um pouco depois, por volta de 30 de julho.

Melhor do ano
Oriovisto Guimarães (Pode) foi eleito o melhor senador do ano pela plataforma ranking dos políticos. Os alertas, as posições, aliadas a postura e projetos foram fundamentais para que o bom ranqueamento do senador paranaense.

Canais
ACP disponibiliza número de whatsApp e e-mail, por meio destes canais, quem flagrar estabelecimentos abertos fora do período recomendado poderá repassar a informação à entidade. O objetivo é reforçar as recomendações para que os setores de comércio e serviços não essenciais cumpram com o horário de funcionamento entre 10 e 17 horas.

Ás claras
O pré-candidato a prefeito, João Arruda (MDB), criticou como a prefeitura tem enfrentado a pandemia coronavírus em Curitiba. “Desde o início da pandemia, os curitibanos esperam por uma política clara e rigorosa que determine o abre e fecha dos comércios e o isolamento. Vemos diariamente nas redes sociais fotos de aglomerações em praças, parques, na frente de comércio, é preciso mais seriedade no enfrentamento ao vírus”.

Não jogue pedra
“É a primeira denúncia grave em três meses e um estabelecimento que botou uma música, enquanto os demais estão respeitando. Então, por favor, vamos trabalhar em conjunto. Não jogue pedra na gente porque tem erros por todos os lados” – do presidente da Abrabar, Fábio Aguayo, sobre as declarações da secretária de Saúde de Curitiba, Marcia Huçulak, que ameaçou cassar os alvarás de licença do comércio cumorir com as medidas de prevenção ao coronavírus.

Royalties
O STF bateu o martelo no acerto de contas entre o Paraná e a União em torno de um contrato envolvendo direitos de royalties e compensações financeiras, assinado 20 anos atrás. E no parecer dos ministros, a União terá de restituir aos cofres paranaenses um total de R$ 860 milhões.

Cloroquina dividida
Pivô de uma das maiores polêmicas mundo afora nestes tempos de pandemia da covid-19, a cloroquina  também divide a opinião no Brasil: 50,4% de um total de 2.226 entrevistados de 240 cidades pela Paraná Pesquisas responderam que tomariam a medicação caso contraíssem o coronavírus. Outros 44,7% disseram que não tomariam e 4,9% não responderam.

Calamidade
Já são 297 municípios paranaenses em estado de calamidade pública em razão dos efeitos da pandemia do coronavírus. Na última sessão, a Assembleia Legislativa reconheceu a calamidade a mais 10 cidades: Alto Paraíso, Amaporã, Arapoti, Barra do Jacaré, Candói, Cruzeiro do Sul, Nova Esperança do Sudoeste, Ortigueira, Sabáudia e Ubiratã.

Redação ADI-PR Curitiba
Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.  

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Amilton Farias - H2FOZ

Amilton Farias é jornalista e colaborador do H2FOZ E-mail: [email protected] Veja mais conteúdo do autor.

Amilton Farias - H2FOZ tem 32 posts e contando. Ver todos os posts de Amilton Farias - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.