Protesto em Foz do Iguaçu pelas mortes por covid-19 - Foto: Marcos Labanca (arquivo)

Foz do Iguaçu chega a 1.000 mortes por covid-19

Em pouco mais de três meses, de 15 de abril até esta terça-feira, 22 de junho, Foz do Iguaçu dobrou o número de mortes por covid-19.

Com as 6 mortes registradas nas últimas 24 horas, o total desde o início da pandemia fechou em exatamente 1.000 óbitos.

O número de casos subiu rapidamente ao longo de 2021. E o de óbitos acompanhou de perto.

Foz do Iguaçu notificou a primeira morte por covid-19 em 26 de abril de 2020. No final do ano, o total chegou a 276 óbitos.

Em 2021, até esta terça-feira, 22, já são 724 mortes.

Isto é, em quase seis meses, houve 2,6 vezes mais mortes do que em oito meses e meio de 2020.

FAIXAS ETÁRIAS

Vítimas fatais da covid por idade:

Mais de 80 anos – 163

70 a 79 anos = 278

60 a 69 anos – 254

50 a 59 anos – 188

40 a 49 anos – 80

30 a 39 anos – 25

20 a 29 anos – 12

MAIS JOVENS

A morte de pessoas mais jovens é um fenômeno recente, dos dois últimos meses de 2021.

Com a vacinação dos mais idosos, diminuiu percentualmente o número deles nos registros.

Consequentemente, aumentou o percentual de mais jovens.

Na comparação entre o bimestre janeiro/fevereiro com maio/junho (até dia 16), percebe-se esta diferença.

  • No primeiro bimestre, 12,7% dos óbitos foram de pessoas com 50 a 59 anos; em maio/junho, esse percentual subiu para 31,4%.
  • Na faixa de 40 a 49 anos, os 6,3% do primeiro bimestre passaram a 9,7% do total em maio/junho.
  • Entre 30 e 30 anos, aumentou de 14,% para 4,9%, entre um bimestre e outro. Em maio/junho, até dia 16, representaram 2,2% do total de óbitos.
  • Já os jovens entre 20 e 29 anos não apareciam com óbitos, em janeiro/fevereiro.
  • Em maio/junho, até dia 16, apareciam com 2,2% do percentual de óbitos.
Vacinação reduziu o percentual de idosos entre os óbitos, em Foz e no Paraná. Foto Gilson Abreu/AEN

ÓBITOS NO PARANÁ

Este fenômeno da redução dos idosos no total de mortes por covid foi registrado em todo o Paraná.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, a análise de casos e óbitos por covid-19 em idosos mostra redução da participação de idosos, a partir deste ano.

Em janeiro deste ano, o Paraná registrou 1.487 óbitos na faixa acima de 60 anos; em maio, foram 1.916.

Embora o número absoluto seja maior, houve redução no percentual de idosos quando comparado ao número total de mortes. O índice passou de 78,59% no início do ano para 53,22% no mês passado.

INTERNAMENTOS

Enquanto houve queda nos internamentos dos idosos, aumentou a ocupação das UTIs com pessoas mais novas nos últimos meses.

Em 2020, a média de pacientes na faixa dos 50 aos 59 anos era de 17%. Subiu para 29% em maio e, em junho, para 34%.

Os pacientes com idade entre 40 e 49 anos representavam 10% dos internamentos no ano passado. Em maio deste ano foram 21% e, em junho, 23%.

Na faixa dos 30 anos, o índice passou de 6% dos que deram entrada em 2020 para 11% em maio e 13% nas primeiras semanas de junho.

Nas demais faixas, os índices permaneceram semelhantes: dos 20 aos 29 anos eram 3% no ano passado e agora estão em 4%.

De zero a 9 anos e de 10 a 19 anos, continuam ocupando 1% das vagas em cada faixa de idade.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 908 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ