Os hospitais de Ciudad del Este são obrigados a enviar de volta para casa pacientes que precisariam ficar internados. Foto Gilmar Mattos/Flickr

Hospitais de Ciudad del Este estão colapsados. Sobram pacientes

Alto Paraná, cuja capital é a vizinha Ciudad del Este, está com 2.434 casos ativos de covid-19 e 23.665 confirmados desde o início da pandemia.

Em número de mortes – 1.164 – está em 3º lugar entre os 17 departamentos e a capital paraguaia, de acordo com informações do jornal ABC Color, obtidas no Ministério de Saúde.

Os óbitos representam 10,5% do total de 11.181 registrados até agora em todo o país, percentual um pouco inferior ao da população do departamento em relação à do país (11,3%).

Isto é, proporcionalmente Alto Paraná tem menos mortes por covid-19 que a média do Paraguai.

O jornal ABC Color destaca, no entanto, que nos últimos meses não houve, em Alto Paraná, redução nos contágios, mortes e internamentos.

COMPARAÇÃO

Os jornais paraguaios não costumam registrar dados sobre a doença por departamentos ou municípios, de maneira geral, mas no dia 15, terça-feira, o jornal La Nación tinha noticiado que o acumulado de óbitos era de 1.129.

Isso significa que, nos últimos dois ou três dias, morreram 35 pessoas.

O departamento tem cerca de 830 mil habitantes, três vezes mais que Foz do Iguaçu, que registra, em 16 dias de junho, a média diária de 4,3 óbitos. É provável, portanto, que a média em Alto Paraná seja maior, nesse momento.

Já em relação ao total de óbitos desde o início da pandemia, Foz, com 975 mortes, está proporcionalmente muito à frente.

SOBRECARGA NOS HOSPITAIS

O Hospital Integrado Respiratório e o pavilhão de contingência do Hospital Regional de Ciudad del Este permanecem com 100% dos leitos ocupados, em todos os serviços.

No Hospital Integrado, há 129 pacientes, dos quais 38 em UTI, 12 em sala de recuperação e um à espera de leito.

O Hospital Regional abriga 34 pacientes. Treze estão entubados e os demais recebem oxigênio.

Ainda de acordo com o ABC Color, muitos doentes são enviados de volta para casa, embora tenham sintomas que exigem internamento, devido ao colapso dos centros assistenciais.

A sobrecarga dos hospitais se alia à escassez de insumos e medicamentos.

VACINAÇÃO, A SAÍDA

As autoridades de saúde paraguaias instam a população em situação de risco a se vacinar.

No último sábado, houve uma grande aglomeração no único posto de vacinação habilitado em Alto Paraná, mas para este domingo (20) já foram habilitados mais postos, em vários municípios do departamento.

Os paraguaios com 55 anos ou mais podem procurar os postos de vacinação.

NÚMEROS DO PARAGUAI

O Paraguai fechou as 24 horas até quarta-feira, 16, com mais 2.612 casos e 112 mortes por covid-19, informa o jornal Última Hora.

Dois dos mortos tinham entre 20 e 39 anos; 29 tinham entre 40 e 59 anos; e 81 eram idosos acima de 60 anos.

O total de mortos, desde o início da pandemia, subiu para 11.181; o de casos, para 398.761.

O país tem ainda 3.871 pessoas internadas, das quais 584 estão em unidades de terapia intensiva.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 908 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ