Março já soma um quinto das mortes pela pandemia, em Foz. E mais: vacinação recomeça

O índice de letalidade (mortes em relação ao total de casos) da covid-19, em Foz do Iguaçu, vem subindo gradativamente, junto, é claro, com o aumento da mortalidade.

Em março, com as 9 mortes registradas nas últimas 24 horas, já são 118 óbitos acumulados, uma média de 6,5 por dia. Desde o início da pandemia, são 523 mortes. Isto é, em apenas 18 dias, março já responde por um quinto das mortes desses mais de 12 meses.

A letalidade, que na quarta-feira era de 1,71%, foi para 1,73% nesta quinta, o mais alto índice já atingido desde o início da pandemia. Em fevereiro, estava em torno de 1,50%.

Das 9 vítimas fatais das últimas 24 horas, 8 são homens de 47, 49, 56, 59, 62, 68, 73 e 79 anos; há ainda uma mulher de 62 anos. Nota-se que, entre as pessoas que não residem à doença, cada vez mais aparecem as de menos de 50 anos. Há, inclusive, jovens.

A letalidade, que na quarta-feira era de 1,71%, foi para 1,73% nesta quinta, o mais alto índice já atingido desde o início da pandemia.

O município registra ainda, de acordo com a Vigilância Epidemiológica, mais 210 casos, totalizando 30.290 casos da doença no município. Deste total, 29.055 pessoas já se recuperaram.

Os casos desta quinta estão acima da média móvel dos últimos sete dias, que vinha diminuindo e fechavam em 140,43 por dia.

Veja no quadro as regiões de Foz com maior número de casos.

O índice de isolamento social também reduziu. O pico foi de 74,90%, no domingo, com o lockdown, mas agora está em 33,60%, considerado muito baixo para conter a propagação do vírus.

A incidência de covid-19, em Foz, está em 11.828 casos a cada 100 mil habitantes, 77% superior à média paranaense (6.686) e mais que o dobro da média brasileira (5.452).

Com tantas mortes – 17 em 48 horas -, a ocupação de leitos de UTI diminuiu de 101,6%, na quarta-feira, para 99,2% nesta quinta. Há 212 pacientes internados, na UTI e em enfermaria, dos quais 191 são confirmados para covid, residentes em Foz, e o restante são casos em análise ou moradores de outros municípios.

De municípios da 9ª Regional de Saúde, à qual pertence Foz, há 11 em UTI de adultos e 4 em enfermaria, além de 1 em UTI pediátrica. Há 6 pacientes de outras localidades, 4 deles em UTI.

Acompanhe a situação da pandemia pelo PAINEL CORONAVÍRUS do H2FOZ, atualizado diariamente.

VEJA COMO SERÁ VACINAÇÃO DOS IDOSOS

Para se vacinar, é preciso se cadastrar pela Internet. Foto AMN

A Prefeitura de Foz do Iguaçu divulgou nota sobre o retorno da vacinação de idosos com mais de 75 anos, que será na sede da Vigilância em Saúde a partir de sábado, 20 de março). A sede fica na Vila Yolanda, próximo ao posto de saúde. Veja as  informações e recomendações:

O retorno será possível devido a chegada de mais 2.240 doses do imunizante CoronaVac, produzido pela farmacêutica chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Essa é a sétima remessa enviada pelo Governo do Estado, via Ministério da Saúde, para Foz do Iguaçu.

Para evitar filas e congestionamentos, a Secretaria Municipal de Saúde vai disponibilizar um cadastro on-line a partir desta sexta-feira (19), no qual deverão ser preenchidos os dados pessoais da pessoa idosa, o dia e a hora de comparecimento à sede da Vigilância para receber a vacinação.

A campanha seguirá em formato drive-thru, das 8h às 17 horas. O cadastro estará disponível no site da Prefeitura de Foz (https://www5.pmfi.pr.gov.br/) e será de caráter obrigatório para o recebimento da vacina.

“O objetivo do cadastro on-line é evitar aglomerações. As pessoas vão agendar um horário e, à medida que forem chegando, já recebem a dose. Teremos um número máximo de 60 pessoas por hora e desta forma evitamos filas e o tempo de espera”, explicou a secretária de saúde, Rosa Maria Jeronymo.

A secretária ressalta que o compromisso do município é ampliar a faixa etária dos idosos conforme a chegada de novas doses. “Estamos ampliando a idade da vacinação conforme o recebimento das doses. As equipes e estruturas estão todas preparadas para que possamos vacinar rapidamente o máximo de pessoas possível, para reduzirmos o número de mortes e casos graves da doença”.

Das 2.240 doses deste novo lote, 1.980 serão destinadas para idosos com mais de 75 anos e 260 para profissionais da saúde. A Vigilância também segue administrando a segunda dose do imunizante em profissionais de saúde, idosos e acamados.

Do dia 20 de janeiro até 16 de março, Foz do Iguaçu recebeu 18.886 doses das vacinas. Destas, 18.343 foram aplicadas, sendo 13.110 de primeira dose e 5.233 de segunda dose.

Serviço

A Vigilância Epidemiológica fica na Rua Francisco Guaraná de Menezes, 665, ao lado da Unidade de Saúde da Vila Yolanda.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.