Triste rotina: seis mortes pela covid, em Foz. Mas média de casos continua em queda

Já era previsto que a mortalidade continuaria alta mesmo depois que a média diária de novos casos de covid-19 diminuísse. Mas parece que está demorando demais.

Nas últimas 24 horas, mais seis pessoas morreram pela doença, em Foz, mantendo a média da última semana, de mais de 5,5 óbitos por dia. Como os casos diminuem, a letalidade volta a subir, e agora está em 2,19% de óbitos em relação ao total de casos, superior à paranaense (2,17%) e ultrapassando a média mundial (2,16%).

As últimas mortes registradas são de três homens de 46, 55 e 79 anos e de três mulheres de 55, 58 e 59 anos. No total, já são 714 mortes pela doença no município, desde o início da pandemia.

Já a média móvel de casos continua baixando. Nos últimos sete dias até segunda-feira, 12, estava em 61,29 casos por dia; nesta terça, baixou para 52,29.

Nas últimas 24 horas houve o registro de mais 46 casos. Todos estão em isolamento domiciliar.

Do total de casos ativos em Foz, 217 pessoas estão em isolamento domiciliar, com sinais e sintomas leves, e 127 internadas.

A diminuição de casos tende a reduzir também a ocupação de leitos. Os 125 de UTI estão com 102 pacientes (81,6% de ocupação), enquanto os 89 de enfermaria abrigam 43 pessoas (48,31%), o que representa uma redução em relação aos últimos dias, mas ainda é preocupante.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.