Presidente destacou que é preciso ter coragem para tomar decisões. - Foto: Alan Santos/PR

Em visita às obras da segunda ponte em Foz, Bolsonaro sinaliza que não deve prorrogar auxílio emergencial

H2FOZ – Denise Paro

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, 1º, durante visita às obras da Ponte da Integração Brasil-Paraguai, que manter benefícios à população durante a pandemia é caminho para o insucesso. Há uma expectativa de que o governo defina até o final do ano se continuará pagando ou não o auxílio emergencial.

Leia mais
Em visita a Foz do Iguaçu, Bolsonaro reforça bom relacionamento com o Paraguai

Ao lado do presidente do Paraguai, Mario Abdo Benítez, Bolsonaro sinalizou que pode parar de pagar o benefício, que deve terminar neste mês. “Nós temos internamente nossos problemas, ajudamos o povo no Brasil com alguns projetos na ocasião da pandemia, e você [Marito] fez o mesmo aqui no Paraguai. Alguns querem perpetuar tais benefícios, ninguém vive desta forma. É o caminho certo para o insucesso, afirmou.

Sem máscara e causando aglomerações, o presidente ainda destacou que é preciso ter coragem para tomar decisões.
Bolsonaro elogiou o colega paraguaio, ressaltando que Marito é um presidente que se preocupa e trabalha para o povo e tem como lema a democracia e a liberdade. Após a visita às obras, os presidentes tiveram reunião de trabalho, almoçaram no Hotel Recanto e saíram sem falar com a imprensa, mudando a programação, que previa uma declaração conjunta.

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, integrou a comitiva, porém cumpriu outra agenda e fez uma visita à Associação de Pais e Amigos dos Surdos de Foz do Iguaçu (APASFI) com a primeira-dama do Paraguai, Silvana López Abdo.

Denise Paro - H2FOZ

Denise Paro é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo da autora.

Denise Paro - H2FOZ tem 97 posts e contando. Ver todos os posts de Denise Paro - H2FOZ