Dicas para uso do ar-condicionado ajudam no controle da conta de luz

Hábitos simples podem contribuir para evitar o "susto" ao receber a conta - Foto: Divulgação

Consumo mensal de energia em Foz do Iguaçu passa da média de 180 kWh para 300 kWh em janeiro e fevereiro.

Efeito do fenômeno La Niña, dizem os meteorologistas, as temperaturas nas alturas já são sentidas em dezembro, sendo que janeiro e fevereiro são os meses de mais calor, seguindo as observações climáticas dos últimos anos. Nesse contexto, o aumento do uso de energia para a refrigeração de casas e empresas pesa no bolso.

Para não tomar aquele “susto” quando receber a conta de luz, especialistas dão dicas para o uso eficiente do ar-condicionado nestes dias de calor intenso. Segundo a Copel, a média de consumo de energia elétrica em Foz do Iguaçu passa de 180 kWh/mês – dos últimos três anos – para 300 kWh/mês em janeiro e fevereiro.

De acordo com a companhia, o peso que o ar-condicionado terá na conta depende das características do equipamento, dos hábitos de uso e da rotina de manutenção. A primeira dica para economizar deve ser seguida já na compra do aparelho, em que o consumidor precisa seguir as informações do selo Procel de eficiência energética e o dimensionamento adequado ao ambiente.

No geral, esclarece a Copel, são 600 BTUs para cada metro quadrado do ambiente, pessoa que o habita e para cada equipamento no local que gere calor, a exemplo de lâmpadas incandescentes ou computadores. “Usando como exemplo um ambiente de 10 metros quadrados, utilizado por duas pessoas em home office, com dois computadores e uma lâmpada incandescente ligados, o indicado é um equipamento de 9 mil BTUs”, informa a Agência Estadual de Notícias (AEN).

Com a tecnologia inverter, a previsão é reduzir o consumo de 40% a 60%, devendo ser a instalação feita profissional eletricista. Outra condição para a economia é a adoção de bons hábitos no dia a dia, que são simples e podem ajudar a diminuir o valor da conta de luz no final do mês.

Dicas de bons hábitos para economizar energia:

  • mantenha portas e janelas fechadas do ambiente onde o equipamento estiver ligado;
  • evite temperaturas extremas, optando por aquela que garanta sensação de conforto sem consumo energético elevado;
  • preste atenção à rotina de limpeza e manutenção do equipamento;
  • ambientes que não estiverem sendo utilizados não precisam de ar-condicionado ligado; e
  • use programações adequadas para o período da noite, quando normalmente as temperaturas diminuem um pouco.

(Com informações da Agência Estadual de Notícias)

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->