Ciudad del Este declara emergência por mau estado das ruas

Avenida Adrián Jara, no centro de Ciudad del Este. Imagem: Plasmar Estudio Digital / Street View

Declaração aprovada pelos vereadores libera recursos para trabalhos de recape nas vias mais transitadas.

Vereadores de Ciudad del Este aprovaram, na última sexta-feira (20), declaração de emergência viária no município, em razão do mau estado das ruas. O texto foi apresentado pelo vereador Víctor Torales, com o objetivo de facilitar o remanejamento de verbas para obras de recape asfáltico nas principais vias da capital do Alto Paraná.

A proposta autoriza a gestão do prefeito Miguel Prieto a desembolsar até G$ 10 bilhões (R$ 7 milhões) para a compra de insumos ou contratação de empresas para a reparação de avenidas como a Monseñor Rodríguez, no trecho que percorre toda a área central da cidade; Adrián Jara, também no microcentro; e outros três lotes de ruas.

“Um processo normal de licitação pode levar até seis meses. Com a emergência, acreditamos que os prazos serão encurtados e os trabalhos vão começar num intervalo mais breve, enquanto continua o processo de instalação da Usina de Asfalto”, detalhou Pedro Acuña, presidente da Junta (Câmara) Municipal.

O principal projeto do prefeito Miguel Prieto na área de conservação urbana é a criação da Usina de Asfalto, inspirada em uma iniciativa similar adotada em Foz do Iguaçu. A licitação para a compra de equipamentos e insumos está em fase final, com expectativa de que a estrutura entre em funcionamento ainda em 2022.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->