Combustíveis terão reajuste no Paraguai a partir de segunda-feira (20)

Estatal Petropar atende cerca de 15% do mercado paraguaio de combustíveis. Imagem: Divulgação/Petropar
Siga a gente no

No caso da gasolina, alta pode chegar a G$ 750 (R$ 0,57) por litro nos postos com bandeira da estatal Petropar.

Após Argentina e Brasil subirem os preços, agora é a vez de o Paraguai anunciar reajuste do diesel e da gasolina, com entrada em vigor à meia-noite de segunda-feira (20). No caso da gasolina, a alta pode chegar a G$ 750 (R$ 0,57) nos postos com bandeira Petropar. Nos demais emblemas, a alteração nas tarifas começou ainda no sábado (18).

Em comunicado divulgado à imprensa, a estatal Petropar informou que o diesel Porã, cujo preço de referência atual é G$ 8.050 (R$ 6,04) por litro, passará a custar G$ 8.800 (R$ 6,60). Já o diesel Mbarete subirá de G$ 9.670 (R$ 7,25) para G$ 9.990 (R$ 7,49). Em Ciudad del Este, o valor poderá ficar ainda maior, tendo em vista a incidência do frete.

Quanto à gasolina, a nafta Kape, mais econômica, passará de G$ 7.700 (R$ 5,78) para G$ 8.300 (R$ 6,23). A nafta Oikoite, de 93 octanas, será reajustada de G$ 8.310 (R$ 6,23) para G$ 9.060 (R$ 6,80). A gasolina de 97 octanas, chamada de nafta Aratiri, terá reajuste de G$ 400, passando de G$ 9.590 (R$ 7,19) para G$ 9.990 (R$ 7,49) o litro.

Novo tarifário da Petropar

Os postos com bandeira Petropar respondem por cerca de 15% da demanda dos consumidores no Paraguai. Nos emblemas privados, segundo o jornal Última Hora, a mudança no tarifário, com altas que vão de G$ 350 (R$ 0,26) a G$ 750 (R$ 0,57), teve início já neste sábado (18) em várias partes do país.

O motivo do reajuste é atualizar os preços do mercado local às cotações internacionais, uma vez que o Paraguai importa 100% de seus estoques de combustíveis derivados do petróleo. A expectativa do governo do país é manter as tarifas nos atuais patamares pelos próximos dois meses.

Argentina

Em meio à escassez que afeta o mercado local, o preço do litro do óleo diesel foi reajustado na Argentina na última sexta-feira (17). A média nacional é de 12%. Em Puerto Iguazú, a alta em alguns estabelecimentos chega a quase 20%.

Nos postos de bandeira YPF, por exemplo, o valor de referência para o diesel Infinia (Premium), que era de P$ 178 (R$ 5,34) para os veículos com placa argentina, passou para P$ 211 (R$ 6,33), acréscimo de 18,5%. Para os estrangeiros, o preço do litro segue a P$ 240 (R$ 7,20). A gasolina não foi reajustada.

Cálculos publicados pelo jornal El Territorio apontam que o incremento médio no valor do diesel na província de Misiones, desde janeiro, é de 67%, bem acima da inflação de 29,3% acumulada nos cinco primeiros meses de 2022.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->