Sede da Prefeitura de Ciudad del Este, disponível no site da municipalidade local.

Eleições municipais movimentam cenário político no Paraguai

Os eleitores paraguaios irão às urnas, no dia 10 de outubro, para a escolha dos novos prefeitos e vereadores de cada uma das cidades do país. A votação deveria ter sido no ano passado, mas foi adiada devido à pandemia do novo coronavírus. O período de propaganda eleitoral teve início na última segunda-feira (9).

Em Ciudad del Este, capital do Alto Paraná, a disputa promete ser acirrada. Na eleição complementar de 2019, convocada após a destituição da prefeita Sandra McLeod de Zacarías, o vencedor foi o advogado Miguel Prieto, candidato à reeleição pelo Movimento Consciência Democrática Esteña. O triunfo de Prieto marcou a primeira derrota do Partido Colorado em seis décadas de história do município.

O principal rival do prefeito licenciado deve ser o colorado Ulises Quintana, que venceu a disputa interna do partido governista no mês de junho. Em setembro de 2018, o então deputado foi preso acusado de envolvimento com uma organização de narcotraficantes. O candidato, que afirma ser inocente e luta por sua reabilitação política, recuperou a liberdade em outubro de 2020.

Outro ator importante na corrida eleitoral é o Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA), principal legenda de oposição ao presidente Mario Abdo Benítez. O postulante do PLRA será Iván Airaldi, de 41 anos, que ganhou as prévias partidárias de forma apertada, com menos de meio ponto de vantagem sobre a concorrente Stella Enciso.

Lista completa de postulantes, em ordem alfabética:

  • Adalberto Bareiro Acuña, Movimento Político Unidos Podemos;
  • Alejandro López Arrúa, Partido Nacional Unámonos;
  • Francisco Franco Medina, União Nacional dos Cidadãos Éticos (Unace);
  • Georginio Ever Rojas Borja, Partido da Juventude;
  • Iván Alipio Airaldi Franco, Partido Liberal Radical Autêntico (PLRA);
  • José María Ayala Cambra, Partido Pátria Querida (PPQ);
  • José Ramón Martínez Molinas, Movimento Reconciliação Nacional del Este;
  • Miguel Prieto Vallejos, Movimento Consciência Democrática Esteña;
  • Nelson Francisco Ledesma Valenzuela, Frente Guasú (FG);
  • Nestor Vidal Gómez Núñez, Partido Socialista Democrático Herederos;
  • Tereza Asunción Ozorio Amarilla, Partido Democrata Cristão (PDC);
  • Ulisses Quintana, Associação Nacional Republicana (Partido Colorado); e
  • Yudith María Jiménez Servín, Juntos Para Ganhar.

No Paraguai, a votação para prefeito é em turno único. O vencedor terá mandato com quatro anos de duração, bem como os vereadores eleitos por cada partido. Não existe o cargo de vice-prefeito, com o segundo na linha de sucessão sendo definido entre os integrantes da Junta (Câmara) Municipal. A eleição presidencial está marcada para 2023.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ tem 121 posts e contando. Ver todos os posts de Guilherme Wojciechowski - H2FOZ