A única ligação entre Puerto Iguazú e Presidente Franco é com balsas. Foto UH

Empresários do Paraguai vão pedir ponte entre Presidente Franco e Puerto Iguazú

Os 15 sindicatos ligados ao setor de turismo, no Paraguai, pretendem entregar um documento ao presidente Mario Abdo Benítez para que negocie com o presidente da Argentina, Alberto Fernández, a construção de uma ponte entre Presidente Franco e Puerto Iguazú, para ampliar as oportunidades de negócio e turísticas na região da tríplice fronteira.

O mesmo pedido está sendo feito por empresários argentinos ao governo de seu país, informa André Gayol Pires, da empresa paraguaia de turismo StayPy.

Paraguai e Argentina já tinham criado uma comissão mista para analisar a construção da ponte, que já vinha sendo discutida há 20 anos, mas a mudança de governo nos dois países fez com que a ideia não prosperasse. Hoje, a Prefeitura de Puerto Iguazú retomou estudos e planos para apresentar às autoridades locais.

Hoje, o transporte de mercadorias, veículos e pessoas entre a Argentina e Paraguai é feito por um serviço de balsas, como há 35 anos também acontecia na ligação com o Brasil.

No começo de janeiro deste ano, o presidente Mario Abdo Benítez, mencionou a necessidade de uma ponte que ligue os dois países na região de fronteira.

Em discurso, conforme noticiou o jornal Última Hora, Abdo disse que “estamos construindo, depois de 50 anos, duas pontes com a República Federativa do Brasil. Temos pendente uma, com a Argentina”.

Financiada pela margem brasileira de Itaipu, mais da metade da Ponte da Integração já está concluída. Fica pronta em 2022. Foto Rubens Fraulini

“Vou dizer a meu amigo, o presidente Fernández, que não se pode deixar a integração Paraguai-Argentina ser traçada com a integração Paraguai-Brasil”, disse o presidente paraguaio.

Abdo se referia às duas novas pontes entre Brasil e Paraguai. A primeira, sobre o Rio Paraná, unirá Foz do Iguaçu a Presidente Franco e já está com metade das obras concluídas. A outra, sobre o Rio Paraguai, ligará Porto Murtinho (MS) a Carmelo Peralta. Essa ponte já teve o projeto apresentado, mas ainda não saiu a licitação para as obras.

A sobre ponte sobre o Rio Paraguai, de acordo com Abdo, vai permitir “que o Paraguai se converta em aliado estratégico não somente para nossos países vizinhos, como também para a região, com a rota bioceânica, a rodovia mais extensa que se está construindo na América do Sul, grande parte no Chaco Paraguaio, para que um país sem acesso ao mar se converta na conexão do Oceano Atlântico ao Pacífico e, assim, desenvolver a logística para que a região se torne mais competitiva”.

Projeto da ponte que vai ligar o Paraguai ao Mato Grosso do Sul.

NA FRONTEIRA

O engenheiro Mario Alberto Veiga, diretor de Planejamento da Prefeitura de Puerto Iguazú, disse a uma rádio argentina que o anteprojeto da ponte ligando a Presidente Franco está pronto há 20 anos.

“Tecnicamente, está sendo analisado o projeto. Há diferentes propostas e conversações sobre uma nova localização”, disse. “A minha ideia é pôr novamente este grãozinho de areia no tapete para que os que têm poderes de decisão possam acompanhar”.

O engenheiro disse que a ponte poderia estar localizada no antigo porto Península, no lado argentino, e ao sul do Parque Moisés Bertoni, no Paraguai.

Segundo ainda o engenheiro, o projeto ou qualquer outra ideia técnica pode ser modificado, mas o importante é não ficar fora de uma vinculação física entre os dois países, já que a Ponte da Integração ficará a 300 ou 400 metros do Marco das Três Fronteiras, e “nós novamente ficamos apenas olhando”.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 908 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ