Foragido é preso com documento falso na Ponte da Amizade

De nacionalidade paraguaia, homem foi abordado no momento em que tentava cruzar a fronteira em direção ao Brasil.

Apoie! Siga-nos no Google News

Agentes da Polícia Nacional e da Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai prenderam, na noite de sábado (3), um paraguaio de 41 anos com ordem de captura por suspeita de envolvimento no tráfico internacional de cocaína.

Leia também:
Rede de portos clandestinos no lago é destaque na imprensa do Paraguai

A prisão ocorreu na cabeceira da Ponte da Amizade, em Ciudad del Este, no momento em que o indivíduo tentava cruzar a fronteira em direção ao Brasil.

De acordo com a Senad, a localização de Rodrigo E.M.A. foi possível graças ao monitoramento de inteligência, feito em parceria com órgãos como a Polícia Federal (PF) do Brasil, que também promoveu investigações sobre os esquemas denunciados.



Quando abordado, o homem apresentou documento com conteúdo falso. A real identidade, contudo, foi confirmada pelos agentes, que enviaram o foragido diretamente para a base da Senad em Assunção, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Para as autoridades locais, Rodrigo atuava como operador logístico do grupo liderado pelo paraguaio “Tío Rico”, preso no Rio de Janeiro em fevereiro do ano passado. A organização criminosa é tida como uma das principais intermediárias da cocaína enviada à Europa via Paraguai.

Além da prisão de sábado na Ponte da Amizade, os agentes verificaram uma residência na cidade de Presidente Franco, onde apreenderam G$ 73 milhões (R$ 48,7 mil) em dinheiro, um rifle, três pistolas, dois revólveres e uma caminhonete de luxo.

LEIA TAMBÉM