Pedágios do Paraguai terão novas formas de pagamento

Plano de digitalização entrará em vigor na quarta-feira (20), com aceitação de cartões e meios eletrônicos em quatro praças do país.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Ministério de Obras Públicas e Comunicações (MOPC) do Paraguai comunica que, a partir de quarta-feira (20), o pedágio poderá ser pago, em quatro praças das rodovias do país, com cartões de crédito, débito (bancos paraguaios), código QR e carteira digital.

Leia também:
Pedágio nas rodovias de acesso à fronteira é reajustado na Argentina
Paraguai reajusta pedágio entre Ciudad del Este e Assunção

Tais modalidades serão aceitas nos postos de cobrança da Ponte Remanso (sobre o Rio Paraguai), Emboscada (Rodovia PY03), Itá (Rodovia PY01) e Ecovía (Rodovia Luque–San Bernardino). O pagamento em dinheiro continuará disponível.

Já para as quatro praças de pedágio da Rodovia PY02, entre Ciudad del Este e Assunção, ainda não há previsão de data exata de implantação. A intenção do MOPC, contudo, é digitalizar gradualmente o processo ao longo do ano de 2024.



As duas praças mais próximas à fronteira, exploradas pela concessionária Tapé Porã, ficam em Minga Guazú (a 26 quilômetros da Ponte da Amizade) e Juan Manuel Frutos (a 137 quilômetros de Ciudad del Este).

Na área da Tapé Porã, além de dinheiro (somente guaranis), é possível usar um sistema de TAG, similar ao que existe em várias praças de pedágio do Brasil, para o pagamento automático da tarifa no momento da aproximação à cancela.

LEIA TAMBÉM