Polícia confirma identidade de estudante brasileiro de Medicina morto no Paraguai

Corpo de Anderson Hugo Pereira Félix, de 29 anos, foi encontrado nas proximidades da fronteira seca entre os dois países.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Polícia Nacional do Paraguai confirmou, nessa segunda-feira (17), que o corpo encontrado na manhã de domingo (16), em uma área rural de Pedro Juan Caballero, nas proximidades da fronteira seca com o estado de Mato Grosso do Sul, é mesmo do estudante Anderson Hugo Pereira Félix, que estava desaparecido.

No fim de semana, o brasileiro de 29 anos, que cursava Medicina em uma universidade particular do país vizinho, chegou a frequentar uma festa em companhia de amigos. A análise dos legistas paraguaios indica que a vítima foi agredida com objetos pesados, possivelmente pedras. As circunstâncias do crime ainda são desconhecidas.

Em entrevista ao jornal La Nación, Javier Flores, chefe de Investigações da Polícia Nacional no departamento (estado) de Amambay, disse que o caso está na etapa de coleta de informações. Do lado brasileiro, a Polícia Civil de Mato Grosso do Sul também iniciou diligências.

Uma vez confirmada a identificação, colegas de curso fizeram uma vaquinha virtual para arrecadar recursos para o transporte do corpo. A previsão é que Anderson Hugo seja sepultado na cidade paraibana de Tavares, a mais de três mil quilômetros de distância do limite entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã (MS).

Luto oficial decretado pela prefeitura de Tavares (PB)

Antonio Streski

Em paralelo, continuam as buscas pelo paradeiro do brasileiro Antonio Augusto Streski Manjinski, de 25 anos, desaparecido desde o último dia 4 de outubro na cidade de Mariano Roque Alonso, região metropolitana de Assunção. O jovem é estudante do último ano de Medicina na Universidade María Auxiliadora.

Familiares de Antonio estão no Paraguai para acompanhar os trabalhos desenvolvidos por Polícia Nacional e Ministério Público, que emitiu ordem nacional de busca. Um dos detalhes chamativos do caso é que o estudante saiu de casa apenas com a roupa do corpo, sem levar celular, dinheiro ou documentos.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. […] Polícia confirma identidade de estudante brasileiro de Medicina morto no Paraguai […]

Comentários estão fechados.