Com vazão em alta, Cataratas do Iguaçu promove balé das águas

Belezas naturais em Foz do Iguaçu encantam moradores e turistas - Foto: Nilmar Fernando/Cataratas do Iguaçu

Volume na tarde desta quinta-feira atinge 1,4 milhão de litros de água por segundo, entre os mais elevados nos últimos três meses.

Fotos: Nilmar Fernando/Cataratas do Iguaçu

Uma paisagem de encher os olhos. As Cataratas do Iguaçu jorram 1,4 milhão de litros de água por segundo na tarde desta quinta-feira, 15, volume que fica bem perto da média de vazão, que é de 1,5 milhão de litros.

A aferição é da Companhia Paranaense de Energia (Copel), que monitora o volume do Rio Iguaçu em sua estação hidrológica dentro do Parque Nacional do Iguaçu. A vazão é resultado das chuvas no curso do rio nos últimos dias.

O Iguaçu, que nasce na capital do estado, Curitiba (PR), forma as quedas d’água mais famosas do mundo. Depois, seu leito corre até desembocar no Rio Paraná, nas Três Fronteiras do Brasil, Argentina e Paraguai.

O balé das águas faz bem aos olhos de turistas e moradores de Foz do Iguaçu e da região, além de contribuir para o ciclo de vida das espécies que moram no lugar. O parque é guardião de uma rica biodiversidade de fauna e flora.

Vazão de 1,4 milhão de litros de água por segundo foi atingida às 15h desta quinta-feira, dia 15 de julho.

Nas primeiras horas desta quinta-feira, a vazão das Cataratas já estava em 1,3 milhão de litros de água por segundo. Ela baixou um pouco no meio da manhã e voltou a subir depois do meio-dia, atingindo 1,4 milhão de litros às 15h.

A estiagem que castiga o Paraná e o Brasil tem seus efeitos no cartão-postal internacional compartilhado por Foz do Iguaçu (Brasil) e Puerto Iguazú (Argentina). Com a falta de chuva, os saltos chegaram a fluir menos de um terço da média.

Segundo a equipe técnica da empresa Cataratas do Iguaçu S.A., responsável pela gestão da visitação no Parque Nacional do Iguaçu, a vazão atual das Cataratas está entre as mais altas nos três últimos meses. A expectativa é que ela aumente um pouco mais com a manutenção das chuvas na área metropolitana de Curitiba.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1361 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.