“Foz do Iguaçu ainda é a cidade das desigualdades”

Leia artigo de opinião produzido pelo Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial.

Apoie! Siga-nos no Google News
Clique no selo e viaje pela série especial de aniversário!
VEJA A COBERTURA DE ANIVERSÁRIO

Nesta quarta-feira, 3 de julho, celebramos o Dia Nacional de Combate à Discriminação Racial, um marco importante na luta contra o racismo no Brasil. Confira o artigo produzido pelo Conselho Municipal de Promoção e Igualdade Racial (COMPIR).

Por Conselho Municipal de Promoção e Igualdade Racial (COMPIR) – OPINIÃO

APOIO ESPECIAL

São muitos os caminhos que nos permitem compreender e pensar o tempo. De forma dominante a linear apresenta um começo interesseiro, que apaga e desdenha o acúmulo de outras histórias e experiências que solicitam territórios. 

Essa reflexão é necessária quando paramos para pensar o lugar da diversidade na cidade de Foz do Iguaçu. Será essa cidade um lugar do diverso? Que lugar ocupa a diversidade nas políticas públicas?  


APOIO ESPECIAL

Dos caminhos que endereçam as lutas vale destacar que não diferente do que constitui as nações da região de encontro trinacional, Foz do Iguaçu ainda é a cidade das desigualdades. O lugar da diversidade é atravessado por imensas assimetrias, caminhos truncados e margens que cobram reparações.

Desse lugar empenhamos esforços para que a diversidade seja promovida como um modo de fomentar cidadania, fundamentalmente através de políticas públicas, de uma educação inclusiva, pública de qualidade, de saúde, moradia, trabalho e renda.

A cidadania requer um bem viver que inclua histórias silenciadas, sobreviventes de um tempo não contado, mas que constituem essa Foz de água grande de muitas riquezas pouco distribuída.

Nessa Foz comemorativa reconhecemos conquistas, como a criação do Conselho da promoção da Igualdade Racial, mas destacamos que há muito o que se construir e reparar.

Desse lugar, estamos tratando de grafar nossas histórias diversas, de removidos, silenciados, mas também de saberes e valores culturais que reivindicam direitos e a manutenção de suas experiências, como uma prerrogativa do porvir.

O Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial foi criado por meio da Lei Municipal nº 4.727/2019, com o objetivo de promover a igualdade racial e desenvolver políticas consistentes e eficazes de promoção para garantir a igualdade e o respeito à diversidade.

Este texto é de responsabilidade do autor/da autora e não reflete necessariamente a opinião do H2FOZ.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.