Engenharias da UDC tem Aula Magna Internacional com Conferencista do MIT

O evento foi assistido por mais de mil pessoas através do youtube e nos teatros da UDC.

A Aula Magna Internacional das Engenharias do Centro Universitário UDC e UDC Medianeira de 2022 foi ministrada pela Conferencista Sênior Dra. Barbara Hughey do Departamento de Engenharia Mecânica do Massachusetts Institute of Technology – MIT. O evento foi assistido por mais de mil pessoas através do youtube e nos teatros da UDC.

“O conhecimento inovador que nossos estudantes e professores têm acesso através das palestras internacionais é importantíssimo. Para os cursos das engenharias, recebemos a Dra. Barbara Hughey, que é professora na mais importante instituição de engenharia do mundo, o MIT”, disse a Reitora Professora Rosicler Hauagge do Prado.  

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

“A internacionalização da UDC proporciona encontros fantásticos. Nossos estudantes e professores das engenharias hoje tiveram uma oportunidade única”, comentou o Vice-reitor Dr. Acir do Prado.

“Recebemos centenas de professores de inúmeros países na UDC ao longo dos anos, mas hoje foi um dia especial e emocionante. Espero que nossa comunidade acadêmica entenda a importância das palavras que a Dra. Bárbara preparou para a Aula Magna. Uma palestra que vai ajudar a transformar ainda mais a comunidade através da educação”, declarou o Pró-reitor Prof. Dr. Fábio Prado.

Reitoria da UDC. Foto: Divulgação.

COMUNICAÇÃO X ENGENHARIA

A palestra da Dra. Hughey foi sobre “A Importância da Comunicação Eficaz das Informações Técnicas”. “Comunicação é uma ferramenta muito importante, especialmente na área da Engenharia. Como engenheiro, pode-se fazer um trabalho incrível, porém se faltar a comunicação ocorrerá uma falha, entre o processo de implementação e o designe e ele simplesmente não ocorrerá”.

Ela contou que a comunicação técnica precisa ser clara e concisa, e que o público precisa entender o conteúdo. “Um ex-colega de trabalho dizia: quanto mais difícil a informação que você tem que passar, mais fácil deve ser sua linguagem”.

Segundo Hughey, nas aulas que ministra no MIT, os estudantes de engenharia realizam um projeto durante o semestre, ao final, apresentam de forma pública através de: um artigo de jornal, um pôster e uma apresentação oral rápida de 1 minuto, ou seja, informações rápidas.

O Dr. Fábio Prado, que é Engenheiro lembrou que: “A maioria dos engenheiros são retraídos, é difícil ter um perfil de engenheiro que consiga se comunicar bem. Por causa da palestra da professora vamos inserir aulas de comunicação em todas as Engenharias e ainda mais palestras de comunicação aos nossos engenheiros”. 

Depois de sua apresentação, a Dra. Hughey respondeu a diversas perguntas, entre elas disse: “O aprendizado deve ser com muitas aulas práticas e ativo, onde o aluno faz a leitura na noite anterior, estuda e usa o conhecimento em sala com o professor para debater e gerar mais colaborações dentro das aulas”. 

Dra. Barbara H. Foto: Divulgação.

“Bem importante ter uma aula deste nível, deste tamanho, com uma professora excelente da maior universidade de engenharia do mundo. Acrescenta muito conhecimento e faz com que possamos juntar algo que acontece no outro lado do mundo com o que vemos em sala”. André Luís, estudante de Engenharia Elétrica.

“Um estímulo, uma professora conceituada do MIT, que é uma referência mundial com relação a tecnologias. Isso estimula muito os alunos a buscar algo a mais. É de suma importância para o corpo discente a UDC proporcionar que tenhamos essa troca de conhecimentos”. André Avelino, estudante de Engenharia Mecânica.  

DRA. BARBARA HUGHEY

Ao longo dos anos como professora no MIT, Hughey ajudou inúmeros estudantes de Engenharia Mecânica como instrutora principal do Curso de Medição e Instrumentação 2.671, a aprender métodos de medição e técnicas experimentais em sala de aula, motivando seus alunos com o Programa que ela chama de ‘Go Forth and Measure”.

Criou e desde 2006 dirige o Programa de Tecnologia Feminina em Engenharia Mecânica do MIT, no qual alunas do ensino médio exploram engenharia de forma prática e projetos em equipe durante 4 semanas no verão.

Seu principal foco educacional é a experimentação, análise de dados e comunicação eficaz de informações técnicas, em formatos gráficos e escritos, além de incentivar os alunos em grupos sub-representados a estudar engenharia e física.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

NEGÓCIOS

Esta página faz parte da seção Negócios e não integra o conteúdo jornalístico do H2FOZ.