UDC apresenta resultados das Pesquisas das pontes para o Gabinete de Gestão Integrada

Além da apresentação das Pesquisas UDC, outros temas foram pauta da reunião. Foto: Divulgação.

Atendendo ao convite do Gabinete de Gestão Integrada Municipal – GGIM, o Centro Universitário UDC apresentou na manhã de quinta-feira (28/04) durante a reunião ordinária do GGIM, os resultados da edição 2021 da Pesquisa e Amostragem das Pontes da Amizade e Fraternidade, nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e Argentina, realizadas entre os dias 24 a 27 de novembro de 2021.

Representando o Professor Doutor Fábio Prado, idealizador e coordenador das Pesquisas, estiveram na Capitania Fluvial do Rio Paraná, a Coordenadora Geral da UDC Profa. Ângela Papandréa Luz e o Coordenador de TI Prof. Mestre Fabiano Damin, que fez a apresentação dos dados aos representantes dos órgãos de segurança pública que fazem parte do GGIM e estavam presentes na reunião. “Esse convite veio do GGIM, através do Secretário Executivo Josnei Fagundes Marquardt, durante a apresentação do Dr. Fábio Prado na UDC. O Secretário entende que os dados levantados de forma acadêmica pela UDC, são muito importantes para que os órgãos de segurança possam ter um panorama mais profundo da realidade na fronteira, e façam uso deles na construção de melhorias voltadas à nossa sociedade”, explicou a Coordenadora Geral.   

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Coordenador de TI Prof. Mestre Fabiano Damin e a Coordenadora Geral da UDC Profa. Ângela Papandréa Luz.

O Secretário Executivo do GGIM Josnei Fagundes Marquardt, falou sobre a necessidade da permanência das Pesquisas UDC para a comunidade: “Participei da apresentação do Dr. Fábio Prado na UDC e vi que a Pesquisa é importante para várias frentes de políticas públicas, no trânsito, segurança pública, saúde, ou seja, nos dá uma noção do quanto a movimentação nas fronteiras impacta nossa cidade no dia a dia. Essas Pesquisas dão uma luz para nosso território, sobre a importância de elas serem permanentes, para trazerem subsídios para que os gestores consigam traçar planos de ações em cima dessas demandas”

O Delegado Emerson da Polícia Federal, Coordenador do Centro Integrado de Operações de Fronteira – CIOF, conta sobre a importância dos dados constantes: “Para todas as agências da área de segurança pública, essas pesquisas representam a primeira radiografia da criminalidade na região. Não temos como atuar no combate, se não tivermos um cenário confiável sobre os dados. É muito importante, acompanhamos a evolução dos dados”. 

Sub Comandante do 34° BPM Major da Polícia Militar Marcos Aparecido de Souza, fala da importância dos dados científicos para a polícia: “Esse conhecimento empírico tem um embasamento que nos dá a necessidade de fazer políticas públicas, de analisar a população local e a flutuante, que são os turistas brasileiros e estrangeiros. Essas informações com caráter científico são de suma importância para atender melhor a população, pois assim visualizamos de forma confiável a realidade”

O Secretário de Segurança Pública do município Tenente-coronel Marcos Antônio Jahnke explicou que as pesquisas da UDC possibilitam que as políticas públicas sejam direcionadas de forma correta no município. “Temos dados fidedignos que com certeza auxiliam muito em todos os setores, saúde, segurança, turismo e outros. Os dados contidos nas pesquisas servem de referência nas estratégias de todo o município”. 

Além da apresentação das Pesquisas UDC, outros temas foram pauta da reunião, como: estruturas e ações da Capitania Fluvial do Rio Paraná, comparativo do 1º Trimestre 2021/2022 dos indicadores criminais de Foz do Iguaçu, e a formação da mesa diretora do Conselho de Segurança Municipal – CONSEM.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

NEGÓCIOS

Esta página faz parte da seção Negócios e não integra o conteúdo jornalístico do H2FOZ.