Motoristas x polícia de trânsito de Ciudad del Este: uma “guerra” diária

No vídeo, vê-se que agentes golpeiam várias vezes o veículo de motorista que não queria cumprir ordem. Foto: captura de video

Vídeo que circula nas redes sociais mostra despreparo dos agentes no controle do tráfego e dos motoristas.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Os agentes da Polícia Municipal de Trânsito de Ciudad del Este estão sendo denunciados por despreparo e até uso de violência contra infratores, alguns dos quais também violentos.

Uma das denúncias, em vídeo, mostra agentes batendo com cassetete no veículo de um motorista que não queria respeitar a ordem para que saísse daquela via, onde não era permitido trafegar.

O jornal La Nación noticia que há cada vez mais queixas nas redes sociais contra os agentes municipais, tanto por atos de violência como por não terem preparo “para organizar o caótico trânsito de Ciudad del Este”.

Entre os vários agentes que aparecem no vídeo, a maioria está assim: sem máscaras para proteção contra covid-19, embora tenham contato direto com muitas pessoas.
As multas ao motorista que não seguiu a orientação dos agentes incluem “tentativa de agressão”, o que é contestado pelos internautas.

O diretor da Polícia Municipal de Trânsito, Miguel Mastrazzi, disse ao La Nación que os vídeos nunca mostram como são iniciados os incidentes. Segundo ele, são os motoristas que infringem as normas e, geralmente, são os que atuam com violência, o que gera a reação dos agentes.

À pergunta se era correta a forma de os agentes responderem também com violência, ele disse que não, mas que existe “muito descumprimento e descontrole da parte dos motoristas, que querem circular sem respeitar as leis de trânsito”.

Mastrazzi defendeu os agentes, dizendo que são profissionais capacitados para anotar as infrações, sem responder aos motoristas violentos.

O centro comercial de Ciudad del Este, explica o La Nación, “é o espaço do mais forte, com características de prepotência, descumprimento de normas de trânsito e motoristas violentos que querem circular de qualquer forma, produzindo-se uma infernal desorganização viária”.

A situação já vem de uma década, onde “taxistas e furgonetas que atuam no trânsito fronteiriço se impõem”.

Lembra ainda o La Nación que o prefeito de Ciudad del Este, Miguel Prieto, desmantelou a Polícia Municipal de Trânsito, em sua primeira gestão, demitindo todos os agentes e contratando novos.

No entanto, “o problema da desorganização do trânsito se mantém e a Polícia Municipal de Trânsito mostrou, até agora, que não tem a formação profissional para resolvê-lo”.

O fotojornalista Oscar Florentín publicou o vídeo em que agentes golpeiam um veículo. O motorista pedia para que continuassem fazendo isso, enquanto filmava.

VEJA O VÍDEO

https://studio.youtube.com/video/gZApCaWS2wM/edit

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.