Turismo no Paraná, Inteligência artificial, Doações e IPVA 2024

Coluna da Associação dos Jornais Diários do Interior, 17 de maio de 2024

Apoie! Siga-nos no Google News

Emprego no turismo
Os empregos ligados às Atividades Características do Turismo (ACT’s) tiveram um aumento de 20,53% no primeiro trimestre de 2024 em comparação com o mesmo período do ano anterior. Foram registradas 2.061 pessoas empregadas na cadeia produtiva do turismo neste ano, contra 1.710 em 2023.

Turismo no Paraná
O secretário do Turismo do Paraná, Márcio Nunes, afirma que o crescimento dos empregos no turismo é reflexo da aposta do Governo do Estado na atividade como fonte de renda para a população. “A valorização faz com que os empresários apostem no turismo como atividade econômica, o que gera emprego e renda para os paranaenses”. As regiões turísticas que mais contrataram foram Rotas do Pinhão (549), Campos Gerais (141) e Cataratas do Iguaçu e Caminhos ao Lago de Itaipu (100).

Voto impresso
O deputado Filipe Barros (PL-PR), líder da Oposição e ex-relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do Voto Impresso, destacou que, embora ainda “não tenha clima”, tem concentrado esforços nos bastidores para avançar na pauta da reforma do sistema eleitoral. O parlamentar enfatizou a necessidade de “despartidarizar” o assunto, lembrando que o voto impresso já foi abraçado por políticos de diversos partidos ao longo dos anos, desde a década de 90.

Inteligência artificial
A inteligência artificial (IA) será tema do primeiro concurso nacional de artigos jurídicos promovido pelo escritório nacional de advocacia Pessoa & Pessoa. Advogados e estudantes de direito concorrerão a prêmios em dinheiro, tablet, leitor digital e voucher em livros jurídicos.

Inteligência artificial II
Além de “Inteligência Artificial e Trabalho”, os artigos também podem abordar “Direito Material do Trabalho” e “Direito Processual do Trabalho”. Detalhe: a IA também será aliada da comissão avaliadora, ajudando a identificar plágio ou uso de ferramentas como o Chat-GPT. As inscrições vão até 13 de junho. O edital completo está na internet: https://pessoaepessoa.com.br/.

Doações
Os Correios anunciaram nesta quinta-feira (16) a suspensão temporária da coleta de doações de roupas e calçados às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Peças de vestuário são 70% dos itens arrecadados pela empresa até agora e já são estoque suficiente, conforme alinhado com a Defesa Civil. A medida vale para todo o país.

Prioridades
Os Correios também pedem que a população siga doando água, alimentos da cesta básica, ração para pets, material de limpeza seco e de higiene pessoal. A ordem de prioridade para o momento são para os seguintes itens: água e itens de cesta básica, fraldas (geriátrica e infantil), itens de higiene pessoal e itens de limpeza.

Reconstrução
O TRT do Paraná destinou R$ 352 mil para a reconstrução do Rio Grande do Sul. Os valores são provenientes de multas de uma ação civil pública que tramita em segredo de justiça na 9ª Vara do Trabalho de Curitiba. Para o presidente do TRT-PR, desembargador Célio Horst Waldraff, a situação no Rio Grande do Sul é extraordinária e demanda soluções neste sentido.

Inadimplência
A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC), levantamento da CNC e da Fecomércio PR, mostra nova redução em abril. Mesmo sutil, o percentual de paranaenses com algum tipo de dívida baixou de 90,5% em março para 90,3% em abril, refletindo uma melhoria progressiva nos níveis de endividamento e inadimplência no estado.

IPVA 2024
A quinta e última parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2024 começa a vencer nesta sexta-feira (17), último dia para os veículos com placas terminadas em 1 e 2 quitarem o imposto. O IPVA pode ser pago IPVA por pix, por meio do QR Code impresso na guia de recolhimento, ou cartão de crédito, modalidade que permite o parcelamento em até 12 vezes.

Auxílio para o RS
O governo Lula anunciou o pagamento de 5.100 reais via Pix a moradores do Rio Grande do Sul que foram atingidos pelas enchentes. A estimativa inicial da Casa Civil é que 200 mil famílias sejam beneficiadas, totalizando 1,2 bilhão de reais disponibilizados para o chamado “Auxílio Reconstrução”, que servirá para a compra de eletrodomésticos e itens de reparo. Até agora, 149 pessoas morreram e outras 108 estão desaparecidas.

Coluna publicada simultaneamente em 20 jornais e portais associados. Saiba mais em www.adipr.com.br.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.