Foz do Iguaçu passa de 5 mil notificações de dengue

Regiões Leste e Norte da cidade concentram mais de 50% dos casos confirmados da doença.

Novo boletim da dengue, divulgado nessa quarta-feira, 10, pela Prefeitura de Foz do Iguaçu, mostra que a cidade chegou a 5.360 notificações e 211 casos confirmados da doença. Os dados são referentes ao ano epidemiológico que começou em agosto de 2020.

Leia também:

Aedes aegypti: 1º levantamento do CCZ no ano aponta alto risco para epidemia de dengue

Nesse período, duas pessoas perderam a vida em decorrência da dengue. São 15 casos com sinais de alarme e mais 13 com a manifestação grave da doença. O maior número de casos confirmados é em mulheres, que somam 111 ocorrências (53%), ante 100 diagnósticos em homens (47%).

Em menos de um mês, o total de notificações da doença causada pelo vetor Aedes aegypti passou de mil. Boletim epidemiológico do dia 19 de janeiro registrava 4.233, ante os 5.360 casos notificados do informe dessa quarta.

As regiões Leste e Norte, onde ficam bairros iguaçuenses como Morumbi e Três Lagoas, concentram mais da metade dos casos confirmados de dengue. A incidência da doença por região é a seguinte:

Leste: 56 casos (27%);

Norte: 55 (26%);

Oeste: 40 (19%);

Nordeste: 16 (8%); e

Sul: 41 (19%).

Casos importados:

Brasil: 1 caso (0%); e

Paraguai: 2 (1%).

Cobrar e cuidar

Conforme os órgãos de saúde, a dengue é uma doença grave, que pode matar e provocar sequelas graves nas pessoas. Além das ações do poder público, que devem ser efetivas, a população pode ajudar a combater o mosquito transmissor.

Uma dica é a verificação minuciosa dos ambientes internos e externos das residências, a fim de eliminar recipientes que possam acumular água parada. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), 90% dos criadouros do mosquito da dengue estão nas casas.

O morador deve atentar-se, ainda, para tampar caixas-d’água, reservatórios, tanques e a bandeja que fica perto do motor de alguns modelos de geladeira, que podem acumular água parada.

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.