Motoristas de ônibus são capacitados para atender pessoas autistas em Foz do Iguaçu

Participaram cerca de 270 rodoviários da operadora do transporte coletivo no município.

Apoie! Siga-nos no Google News

Motoristas de ônibus e colaboradores da Viação Santa Clara (Visac) foram capacitados para atender pessoas autistas no transporte coletivo de Foz do Iguaçu. Cerca de 270 trabalhadores rodoviários participaram.

LEIA TAMBÉM: Foz do Iguaçu ‘exporta’ atleta de basquete para os Estados Unidos

A série de palestras abrangendo “Autismo e os Direitos da Pessoa Autista” pretende sensibilizar motoristas. A Visac é uma das primeiras no estado a promover essa formação, iniciada em junho, que inclui temas ligados aos direitos e às melhores práticas de atendimento.

Motoristas de ônibus

As atividades fazem parte do compromisso firmado entre a empresa e a Organização Neurodiversa pelos Direitos das Pessoas Autistas (ONDA), ressalta a assessoria. A Visac recebeu o Selo de Empresa Amiga da Pessoa Autista.

“O objetivo do certificado é promover a inclusão social desse público”, explica a empresa de ônibus. Já as palestras foram ministradas por duas especialistas na área e mães de crianças com transtorno do espectro autista (TEA), a neuropsicopedagoga Daiany Caputti e a advogada Aline Milanez.

Conscientização

De acordo com Daiany, especialista em autismo antes mesmo de o filho Theo nascer, o TEA é um transtorno. “Portanto, sem cura, mas existe tratamento. Quando adequado, faz com que o indivíduo tenha mais qualidade de vida e autonomia”, citou a Visac.

Levantamento nos Estados Unidos mostra que o TEA atinge uma em cada 36 pessoas. Segundo essa proporção observada no país do norte, em Foz do Iguaçu, com população de 285 mil habitantes, pode haver oito mil crianças e adultos que têm ou terão o diagnóstico.

Empresa de ônibus em Foz do Iguaçu é amiga da pessoa autista – foto: Divulgação/Visac


“Existe uma crescente demanda de população com diagnóstico de autismo, o que se faz necessário o conhecimento e compreensão de toda população”, explicou Daiany.

“Todos os dias, convivemos com autistas que sequer sabem que estão dentro do espectro”, disse. “Quando temos conhecimento, paramos de julgar, começamos a entender e até incentivar o tratamento”, completou.

Direitos da pessoa autista

A advogada que fez a formação enfatizou que as pessoas autistas têm os mesmos direitos de qualquer outro cidadão com deficiência. Entre esses direitos estão:

  • bancos prioritários nos ônibus;
  • vagas de estacionamento; e
  • atendimento preferencial em bancos ou supermercados.

“A pessoa autista não tem cara. Por isso, incentivamos as famílias a solicitarem a carteira da pessoa autista para receber esses direitos”, realçou Aline Milanez. “É de graça. Além de facilitar o dia a dia, auxilia o governo na elaboração de políticas públicas”, mencionou.

(Com informações da Viação Santa Clara)

LEIA TAMBÉM