Acelera Foz investe em inovação para diversificar economia e atrair novos negócios

Inovação, tecnologia e empreendedorismo estão entre as prioridades da agenda de retomada econômica do Programa Acelera Foz. O desenvolvimento desses recursos busca diversificar a economia, dinamizar o ambiente de negócios, gerar novos postos de trabalho e elevar a qualidade de vida da população iguaçuense. 

A inovação está associada à captação de investimentos, no eixo 5 do plano de ações prioritárias do programa. Já em realização, estão editais de fomento e apoio a empreendedores criativos, a transformação da Vila A no primeiro bairro público inteligente do Brasil e a instalação de um centro de inteligência artificial (IA). 

Os recursos são provenientes da Itaipu Binacional, do Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e de instituições parceiras. Os valores estão sendo investidos em editais de Integração Universidade e Empresa, Empreendedorismo Inovador (2020-2021), Desafio Inova Oeste e Programa ConectaDEL e In²teraction, Vila A Inteligente e Centro de Inteligência Artificial em Agroenergia.

De acordo com o superintendente do PTI, general Eduardo Garrido, as frentes de ação do Acelera Foz têm como objetivo tornar Foz do Iguaçu um polo de inovação e empreendedorismo. Os resultados são efetivos para a economia. Cada real investido por uma startup, por exemplo, resulta em R$ 19,50 de faturamento e R$ 1,39 na forma de tributos para o poder público. 

Objetivo é tornar Foz atrativa para empresas de todo o país e até mesmo internacionais, aponta o general Eduardo Garrido – foto Kiko Sierich/PTI/Arquivo 

“O Parque Tecnológico Itaipu tem investido seus esforços, com a disponibilização das diversas competências de suas equipes e toda sua infraestrutura, para que Foz do Iguaçu seja um atrativo para empresas de todo o país e até mesmo internacionais”, enfatiza. “Isso vai contribuir para a geração de empregos e renda para a cidade”, afirma.

Essas iniciativas, que integram o eixo 5 do Programa Acelera Foz, de incentivo à inovação e atração de investimentos, buscam os seguintes resultados*:

– 8 mil postos de trabalho impactados;

– R$ 11 milhões de investimentos em inovação;

– 250 empresas apoiadas;

– 300 bolsas de pesquisa;

– 40 startups impulsionadas;

– 50 novas soluções para o mercado;

– 320 profissionais capacitados;

– Vila A sendo o primeiro bairro público inteligente do Brasil e referência de planejamento; e

– Centro de Inteligência Artificial em Agroenergia reconhecido pelo governo federal.

* Ações previstas até 2022. 

Inovação para o crescimento

Integrante do Acelera Foz, o Sebrae é instituição-chave para o desenvolvimento em inovação, tecnologia e empreendedorismo. O gerente da Regional Oeste da entidade, Augusto Stein, ressalta que investimentos nesses segmentos são decisões estratégicas para a retomada do crescimento no atual contexto de superação dos efeitos da pandemia na economia. 

Para Augusto Stein, inovação contribui para a dinamização da economia e no processo de retomada da economia – foto Divulgação/Arquivo 

“Entendemos que investimentos em inovação e tecnologia, através do fomento a empresas com maior capacidade de crescimento, são fundamentais para o desenvolvimento econômico de um território”, aponta Augusto. “Em um momento como este, em que precisamos criar condições para que as empresas enfrentem a crise e auxiliem na dinamização da economia e no processo de retomada, essas ações tendem a ser ainda mais necessárias e efetivas”, expõe. 

Mais ações

Na área de inovação/investimentos, o Programa Acelera Foz também prevê a criação do Centro Municipal de Inovação, a facilitação de acesso ao crédito e a implantação de um escritório de atração e recepção de investimentos em Foz do Iguaçu, todas ações que estão sendo desenvolvidas. Faz parte desse eixo, ainda, o estímulo à criação do polo de serviços de saúde no município. 

Programa

Parte do plano de retomada econômica da cidade, o Acelera Foz tem a coordenação estratégica do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, PTI, Prefeitura de Foz do Iguaçu, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Acompanhe as ações do Acelera Foz em acelerafoz.org.br.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.