Em fotos e vídeos, veja como estão as obras do viaduto da BR-277

Desde a assinatura da ordem de serviço para a construção do viaduto da BR-277 com a Avenida Costa e Silva, já se passaram 195 dias (contando hoje). Se o cronograma for cumprido de acordo com o previsto em contrato, isto é, 540 dias até a conclusão da obra, o viaduto estará pronto dentro de onze meses e meio, aproximadamete.

Isto é, em março do ano que vem já poderemos circular alegremente por uma obra novinha em folha, que vai eliminar um dos congestionamentos mais severos de toda a extensão da BR-277, exatamente na entrada de Foz do Iguaçu.

Quer dizer, ainda vai restar outro problema a resolver: o chamado “Trevo do Charrua”, acesso aos populosos bairros do Norte da cidade. Mas vamos com otimismo.

Por enquanto, praticamente não há reclamações de quem é obrigado a pegar o desvio pela marginal, a Avenida Olímpio Rafagnin, exatamente porque vê que a obra flui. E sabe que o transtorno é temporário, por mais que seja um… transtorno (pra que procurar outra palavra?).

Entenda o projeto

A empresa que venceu a licitação para construir o viaduto, Engenharia e Construções CSO Ltda, apresentou proposta no valor de R$ 15.877.129,00, abaixo do teto de R$ 20 milhões (e pouco abaixo até da previsão inicial feita pelo Fundo Iguaçu, responsável pelos projetos básicos e executivos, de R$ 16 milhões).

Quem desenvolveu os projetos foi a Engemin. A solução apresentada pela empresa prevê a construção de um viaduto com extensão de aproximadamente 700 metros. Serão quatro obras em curva, juntamente com uma rotatória sob esse viaduto e a conexão com as vias marginais existentes, que futuramente serão readequadas.

De acordo com o projeto, a BR-277 será elevada, permitindo que debaixo dela seja construída uma rotatória, possibilitando separar o trânsito da rodovia e o urbano e garantindo mais segurança aos usuários. 

Segundo o Departamento de Estradas de rodagem, o viaduto, já batizado de Lyrio Bortoli, em homenagem ao deputado federal que batalhou pela construção da BR-277, nos anos 1960 e 1970, deverá aumentar a capacidade de fluxo do local em cinco vezes. E atenderá à demanda de tráfego dos próximos 30 anos.

A obra

Antes de assistir aos vídeos feitos por James Humberto e publicados na página dele no Facebook, vale observar bem as ilustrações abaixo, do projeto do viaduto. É assim que vai ficar. Vale a pena sofrer por mais um ano?

Agora, mais duas fotos da obra, pra ver se seguem o projeto e o estágio em que estão. As fotos são da página no Facebook #viadutosfoz.

Os vídeos de James Humberto:

 

#viadutosfoz, obras em andamento 10/03/19 as 08:00 .

Posted by James Humberto on Sunday, March 10, 2019

 

#viadutosfoz

Posted by James Humberto on Thursday, April 11, 2019

 

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.