Boca Aberta perde mandato, confirma Câmara dos Deputados

O deputado Boca Aberta na tribuna do Legislativo - Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

“Não pode o sujo querer falar do mal lavado”, vociferou; saiba quem assume o lugar dele.

O controverso deputado paranaense Boca Aberta (PROS-PR) teve a cassação confirmada pela mesa diretora da Câmara Federal nesta quinta-feira, 16, a qual formalizou decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que havia declarado o parlamentar inelegível e cassado seu diploma eleitoral. Suplente, Osmar Serraglio (MDB-PR) ocupará o mandato.

A cassação pelo TSE, ratifica no Legislativo, foi por quebra de decoro, conduta que gera inelegibilidade pela Lei da Ficha Limpa. Teve por base a destituição de Boca Aberta do cargo de vereador na Câmara Municipal de Londrina, onde é sua base eleitoral, em 2017. O parlamentar também foi condenado por denunciação caluniosa.

Relator do processo no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados, o deputado Alexandre Leite (DEM-SP) elogiou a decisão. Esse parlamentar é alvo de duras críticas feitas por Boca Aberta. “Deputado que quer julgar outro deputado deve ter, no mínimo, conduta ilibada. Não pode o sujo querer falar do mal lavado”, disse Boca Aberta em plenário, direcionando sua verborragia contra Leite.

Boca Aberta elegeu-se com pouco mais de 90 mil votos, dos quais 49 foram recebidos de eleitores em Foz do Iguaçu.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Blog da Redação

Blog da Redação é de responsabilidade dos jornalistas do Portal H2FOZ. Veja mais mais conteúdo do autor.

Blog da Redação tem 0 posts e contando. Ver todos os posts de Blog da Redação

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.