Pessoas sem vacinação completa representam 87% das mortes por covid-19 em Foz do Iguaçu

Apenas 101 das 777 pessoas que morreram em consequência da doença haviam tomado as duas doses. Foto: Christian Rizzi (AMN)

Das 777 vidas perdidas para a covid-19 em Foz do Iguaçu desde 15 de fevereiro – data que começamos a ter os primeiros moradores totalmente imunizados – apenas 101 pessoas (13%) já haviam tomado as duas doses da vacina. As outras 676 que morreram pela doença (87%) ainda não tinham completado o ciclo vacinal (uma ou nenhuma dose). Nenhum óbito teve relação com moradores que tomaram a dose de reforço, conforme dados do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS Fronteira).

De acordo com boletim divulgado pela prefeitura nesta terça-feira (7), ao todo 448.791 doses foram aplicadas no município. Em relação à população adulta, 109,6% dela foi imunizada com a primeira dose, e 101,1% com duas doses. Além disso, 7.113 pessoas receberam dose única, e outras 20.298, a dose de reforço. Já entre os adolescentes de 12 a 17 anos, 19.697 (86,48%) receberam a primeira dose, e 2.918 (12,8%), as duas doses.

A secretária de Saúde de Foz do Iguaçu, Rosa Maria Jeronymo, destaca que a vacinação sempre foi vista como uma medida fundamental para mudar o cenário da pandemia na cidade: “Vacinamos mais de 75% de nossa população [com o ciclo completo], mas queremos atingir 100%. Para isso facilitamos o acesso deixando vacina por demanda livre em todas as UBS”.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Vacy Junior - H2FOZ

Vacy Alvaro é repórter e coordenador dos infográficos do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.