CCR Aeroportos conclui a transição operacional dos 15 aeroportos da 6ª Rodada de Concessões do Governo Federal

O foco será na segurança e modernização dos aeroportos, além do desenvolvimento de novas oportunidades de negócios, tanto no transporte de passageiros quanto de cargas. Foto: Divulgação

Empresa assume a administração dos aeroportos Curitiba, Foz do Iguaçu e Navegantes e se consolida como maior operadora aeroportuária do país.

A CCR Aeroportos assume simultaneamente hoje, 31, a operação dos três últimos aeroportos brasileiros, dentre 15, conquistados na 6ª Rodada de Concessões Aeroportuárias do Governo Federal, em leilão no ano passado. Nesta última transição operacional, a empresa passa a ser responsável pelos aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu, no Paraná, e de Navegantes, em Santa Catarina. O movimento de expansão posiciona a CCR Aeroportos como a maior operadora em número de aeroportos no país.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

O investimento previsto nestes 15 aeroportos é de R$ 4,8 bilhões ao longo dos 30 anos de concessão. Até o fim do primeiro semestre deste ano, a empresa passa a operar também o Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, concedido pelo Governo do Estado de Minas Gerais. Esta é a primeira vez no mundo que tantos aeroportos são assumidos de maneira simultânea por um novo operador, feito inédito no setor.

Os estados do Paraná e de Santa Catarina possuem fortes vocações para o comércio, indústria e o turismo, atividades que poderão ser fortalecidas com a modernização da infraestrutura dos aeródromos planejada pela empresa. No caso de Curitiba, uma das estratégias, dentre outras, é torná-lo um relevante centro de negócios de logística. Isso acontecerá por meio do incremento de operações de voos cargueiros nacionais e internacionais, ampliação de parcerias para implantação de novos armazéns logísticos com foco no e-commerce, aeroporto indústria e transporte multimodal.

Estamos assumindo três aeroportos estratégicos para a economia não só das regiões que atendem, mas para todo o país. Curitiba é um polo industrial e de serviços, Foz do Iguaçu tem grande relevância para a indústria do turismo; e Navegantes, além do potencial turístico, também é a porta do Vale do Itajaí – onde está instalada uma importante indústria pesqueira. Vamos potencializar, com ações conjuntas com representantes das regiões, essas vocações com investimentos em melhorias da infraestrutura dos aeroportos, aumento da oferta de serviços e o aprimoramento da segurança, conforto e da experiência dos nossos clientes”, destaca Cristiane Gomes, CEO da CCR Aeroportos.

A executiva reforça que “a CCR Aeroportos quer impulsionar o desenvolvimento de maneira sustentável, se posicionando como um parceiro de negócios importante e, desta maneira, ampliando as oportunidades de trabalho e de renda nas cidades e no seu entorno”.

Nesta última transição operacional, a empresa passa a ser responsável pelos aeroportos de Curitiba e Foz do Iguaçu, no Paraná, e de Navegantes, em Santa Catarina.

Primeiros investimentos

As primeiras ações da CCR Aeroportos serão na requalificação da infraestrutura, na sinalização, pintura, aplicação de nova identidade visual, higiene e limpeza, entre outros serviços que serão percebidos de maneira mais imediata pelos clientes. A empresa começa agora, simultaneamente à operação e às primeiras intervenções, relacionadas às obrigações previstas no contrato de concessão, a refinar os cronogramas e projetos de investimentos, incluindo obras e a implantação de novos equipamentos em cada um dos 15 aeroportos. O planejamento e refinamento já estão em curso, com acompanhamento da agência reguladora (ANAC).

Em outro eixo de trabalho, a companhia já está em contato com parceiros comerciais, analisando oportunidades para viabilizar novas opções de alimentação, varejo e demais serviços nos aeroportos. Dentre as novidades já concretizadas, a CCR Aeroportos aumentou em 10 vezes a velocidade do wi-fi nos aeroportos (de 2Mb/s para 20Mb/s), que é gratuito e ilimitado. A empresa também firmou parceria com a Estapar, maior empresa de estacionamentos do Brasil, aprimorando e modernizando este serviço.

Maior no Brasil

Maior operadora em número de aeroportos no Brasil, a CCR Aeroportos é responsável por 20 aeroportos em quatro países, nove estados brasileiros, e passa a atender mais de 40 milhões de passageiros/ano. A empresa já atua na BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, além de operar internacionalmente os aeroportos Juan Santamaria, na Costa Rica; Quito, no Equador; e de Curaçao, nas Antilhas Holandesas. A CCR Aeroportos opera ainda uma empresa de serviços aeroportuários nos Estados Unidos, a TAS.

No último dia 9 de março, a empresa assumiu nove aeródromos: Londrina e Bacacheri, no Paraná; Bagé, Pelotas e Uruguaiana, no Rio Grande do Sul; Joinville, em Santa Catarina; Imperatriz, no Maranhão; Petrolina, em Pernambuco; e Palmas, no Tocantins. No dia 24 foram outros três: Goiânia, em Goiás, Teresina, no Piauí, e São Luís, no Maranhão.

Sobre a CCR Aeroportos: Até o meio de 2022, a CCR Aeroportos – divisão do Grupo CCR que atua no setor aeroportuário – operará 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em cinco países e nove estados brasileiros. Com a expansão, a empresa se consolida a maior operadora em número de aeroportos no Brasil. São 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). A divisão mantém ainda uma empresa de serviços aeroportuários nos Estados Unidos, chamada Total Airport Services (TAS). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 40 milhões de passageiros/ano.

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.