Foz do Iguaçu receberá secretários nacionais de Educação para debater tecnologia

Objetivo é definir ações e boas práticas nas redes públicas de ensino; infraestrutura e gestão tecnológicas estão na pauta.

Apoie! Siga-nos no Google News


O Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) promoverá encontro em Foz do Iguaçu, de 15 a 17 de maio, para debater desafios, boas práticas, infraestrutura e gestão tecnológica nas redes de ensino. O evento será no Centro de Convenções do Hotel Grand Carimã.

Vai ser o primeiro encontro presencial do grupo de trabalho (GT) na área de tecnologia. A Secretaria de Estado da Educação do Paraná (Seed) informa que os secretários Alan Porto (MT), Hélvia Paranaguá (DF) e Fábio Vaz (TO), que coordenam o tema no Consed, estarão presentes.

A programação com painéis e compartilhamento de práticas promoverá a discussão de estratégias para uma educação mais conectada e eficaz, expõe a Seed. As atividades do primeiro dia serão coordenadas por secretários estaduais de Educação, entre eles Roni Miranda, do Paraná, e por representantes do Ministério da Educação (MEC).

Nos dias seguintes, a pauta abordará infraestrutura tecnológica e gestão de tecnologias educacionais, e especialistas vão compartilhar insights sobre o uso de softwares e dados na educação. Em destaque, a mesa sobre infraestrutura pública digital elencará ações para maximizar o uso de tecnologia na educação.

Experiências

O Paraná, promotor do evento, apresentará aos participantes as experiências e os materiais adotados na rede pública estadual. Entre as iniciativas estão a vivência e o aprendizado de estudantes e dos docentes em robótica e educação gamificada.

“Os secretários de todo o país poderão conhecer de perto as tecnologias educacionais empregadas na educação do Paraná e o impacto positivo que tais recursos podem exercer no processo de aprendizado”, afirma o secretário estadual da educação, Roni Miranda.

Secretário estadual de Educação do Paraná, Roni Miranda – foto: Josimar Oliveira/SEE-PE/Arquivo

Para a Seed, as plataformas digitais de aprendizagem adotadas no estado facilitam a prática pedagógica. E incorporam variedade de recursos interativos, como vídeos e quizzes, ampliando as oportunidades educacionais e tornando a jornada de aprendizado mais envolvente, flexível e personalizada.

“Esses avanços na educação pública e a importância da tecnologia nas atividades regulares e extracurriculares dos alunos”, elenca a secretaria. “Além dos materiais utilizados nas escolas estaduais, que serão apresentados pelo secretário ao longo do evento”, completa.

Entre eles está o uso dos Educatrons, compostos por smart TV 43”, computador, webcam, microfone, teclado com mouse pad e pedestal regulável. Neles são exibidos vídeos, imagens e experiências, que proporcionarão aos visitantes uma visão abrangente das atividades desenvolvidas para cerca de um milhão de alunos.

Alunos programadores

Desde 2021, o Paraná inclui a Programação no currículo escolar da rede de ensino. A componente visa à formação de estudantes na área de tecnologia e inovação, para o desenvolvimento de projetos significativos à comunidade. “É uma oportunidade ao protagonismo do estudante na aplicação de estratégias para resolução de problemas, nas suas práticas escolares e vivências pessoais”, conclui o secretário de Educação, Roni Miranda.

(Com informações da Secretaria de Estado da Educação do Paraná)

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.