Pública e gratuita, Unioeste recebe destaque em ranking científico internacional

Campus da Unioeste em Foz do Iguaçu - Foto: Marcos Oliveira/Arquivo
Siga a gente no

A instituição multicampi, com unidade em Foz, conquistou o 79º lugar; levantamento reúne 453 universidades de vários países.

Reunindo 453 universidades, o ranking da AD Scientific Index classifica a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) em posição de destaque quanto ao desempenho científico. A instituição multicampi, com unidade em Foz do Iguaçu, conquistou o 79º lugar no levantamento que abrange universidades de toda a América Latina.

As posições são definidas pelo número de cientistas com o qual a universidade conta entre os dez mil com melhor desempenho. A Unioeste figura no ranqueamento com 16 cientistas. Considerando somente as brasileiras, a instituição de ensino superior do Oeste fica na 50ª colocação.

O reitor Alexandre Webber relacionou o reconhecimento científico ao papel da Unioeste. Para ele, o lugar obtido enfatiza a importância “que o investimento na educação pública, gratuita e de qualidade tem para o nosso país”, declarou.

Todas as áreas do conhecimento foram contempladas pelos cientistas da Unioeste, porém entre as de maior destaque está a agrícola e seus campos afins. Para chegar ao resultado, a AD Scientific Index considera os valores dos últimos cinco anos do índice i10 (número de publicações), do índice H (produção científica a partir das citações dos trabalhos) e de pontuações de citação no Google Scholar.

Soma-se a isso a proporção do valor dos últimos cinco anos ao valor total dos índices mencionados. “O Índice Científico AD fornece tanto a classificação acadêmica quanto os resultados da análise. Assim, cientistas e universidades podem obter suas classificações acadêmicas e monitorar a evolução da classificação ao longo do tempo”, informou a assessoria da Unioeste.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->