UNILA abre inscrições para especialização em Direitos Humanos na América Latina

Estão abertas, até o dia 20 de julho, as inscrições para o curso de especialização em Direitos Humanos na América Latina, oferecido pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) com início previsto para setembro. Estão sendo ofertadas 40 vagas. Inscrições e curso são gratuitos. Leia mais informações do edital PRPPG 41/2021 em bit.ly/UNILA-EspDHAL.

As aulas serão realizadas às sextas-feiras à noite e aos sábados pela manhã e à tarde, a partir de 4 de setembro. Esta será a segunda turma do curso – a primeira foi aberta em 2017. O objetivo é oferecer formação continuada a profissionais das mais diversas áreas de atuação, interessados em analisar criticamente os processos e eventos ligados ao campo da garantia e violação dos direitos humanos na América Latina na contemporaneidade.

Podem se inscrever no processo seletivo graduados em quaisquer áreas do conhecimento. As inscrições devem ser feitas por meio de formulário eletrônico, anexando documentação pessoal e de formação educacional.

A seleção será realizada em duas fases. Na primeira, que é classificatória e eliminatória, será realizada a avaliação do currículo e da carta de intenções. Na segunda fase de seleção, serão realizadas entrevistas individuais com os candidatos que obtiverem nota igual ou superior a 7 na primeira fase. Os critérios de pontuação em cada fase podem ser conferidos no edital.

As vagas estão divididas igualmente entre brasileiros e estrangeiros provenientes de países da América Latina e Caribe. Das 20 vagas reservadas a brasileiros, 20% são para candidatos autodeclarados indígenas, 20% para autodeclarados pretos ou pardos e 10% para autodeclarados transexuais, travestis ou transgêneros. Outros 5% são reservados a pessoas com deficiência.

Dúvidas sobre a inscrição no processo seletivo serão fornecidas exclusivamente pelo e-mail [email protected].

Sobre o curso

Com o curso de especialização em Direitos Humanos na América Latina, a UNILA soma força às diversas iniciativas já existentes no Brasil e em outros países da América Latina para a consolidação dos Direitos Humanos, não apenas como tema de estudo, mas como um campo essencial para a manutenção da democracia e a garantia de direitos.

A defesa dos Direitos Humanos é imprescindível para a consolidação das democracias latino-americanas, diante da história recente de violação praticada pelos Estados em contexto de regimes ditatoriais. Saiba mais em https://portal.unila.edu.br/especializacao/direitos-humanos

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Assessoria

Este texto é de responsabilidade de assessoria da imprensa institucional e/ou empresarial. Veja mais conteúdo do autor.

Assessoria tem 588 posts e contando. Ver todos os posts de Assessoria

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.