Jaime André Schlogel, o Pingo, em entrevista a Marco Zero, produção d H2FOZ e Rádio Clube FM - Foto: Carlos Sossa

Iguaçuense promove passeio pela música latino-americana com violão popular

Repertório inclui canções de países como Brasil, Paraguai e Argentina; assista. O artista se apresenta neste domingo, no Sudacas Bar.

Desde os anos 1990, o músico iguaçuense Jaime André Schlogel, o Pingo, é presença constante na cena cultural de Foz do Iguaçu. De iniciativas com bandas como O Verbo, Cafuso e Corimba Groove a projetos de resgate e popularização do choro, o artista apresenta agora o “Passeio Latino-Americano com Violão Popular”.

Assista à entrevista:

Trata-se de um repertório de canções instrumentais que viaja por países da América do Sul, como Argentina, Brasil, Colômbia, Paraguai, Venezuela e outros, a partir de interpretações de grandes autores desses locais executadas apenas com o violão popular. O trabalho foi gravado no Teatro Barracão, espaço público de arte e cultura em Foz do Iguaçu, e está disponível no YouTube.

O Marco Zero é um programa conjunto produzido pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Entrevista, opinião, enquete, entretenimento, esporte, cultura e agenda. Todo sábado, das 10h às 12h. Participe do grupo no Whatsapp para receber as novidades.  https://bit.ly/3ws5NT0

O artista, que está apresentando o projeto em shows presenciais, relatou em entrevista ao Marco Zero que pretende levar o projeto a comunidades, praças e escolas, no momento em que as condições sanitárias permitirem. Pingo participou do programa que é produzido conjuntamente pelo H2FOZ e Rádio Clube FM.

O artista contou que o “Passeio Latino-Americano com Violão Popular” começou a se tornar realidade por conta de seu ingresso no curso de Música da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Unila). “Com isso, ampliei os meus horizontes e passei a pesquisar esse repertório”, frisou Pingo.

“Neste projeto, faço um paralelo com as músicas regionais. Por exemplo, toco músicas das regiões Nordeste do Brasil, que é o baião, e da Argentina, a chacareira”, apontou. “Incluo ainda música urbana, como o choro, e tangos mais modernos. Faço essas comparações todas, além de repertório de países como Colômbia e Venezuela”, enumerou.

Ponto comum dessa viagem é o violão popular. “Ele é o instrumento, o veículo que me conduz nesta pesquisa, neste trabalho”, frisou. “A cultura popular é a mesma, as pessoas são as mesmas, ainda que tenhamos muitas vezes tentativas de divisão por linhas. Em nosso continente, somos todos os mesmos ameríndios de sempre”, refletiu.

Ao propor o “Passeio Latino-Americano com Violão Popular”, Jaime André Schlogel finca um pé na resistência, utilizando a música latino-americana contra a hegemonia da indústria cultural. “Há uma pressão muito grande dessa indústria, que quer que se consuma aquilo que ela está produzindo. As pessoas ficam sem grandes escolhas”, completou Pingo.

Show neste domingo

Neste domingo, 5, às 20h, Pingo desembarca com seu passeio sonoro latino no Sudacas Bar, com entrada gratuita (couvert R$ 5, sendo que (estudante 50%). O espaço fica na Avenida República Argentina, 1.106, no centro de Foz do Iguaçu, em frente ao batalhão do Exército.

Óia a onça, ops, não, OUÇA:
Guarê – Podcast do H2FOZ

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1283 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.