Moradores da Ocupação Bubas pedem doação de doces e brinquedos para festa do Dia das Crianças

Detalhe da festa das crianças no Bubas, em 2017 - Foto: Marcos Labanca/Arquivo

Objetivo é presentear cerca de três mil pequenos de até 12 anos, em evento comunitário que ocorre há nove anos; arrecadação está mais difícil por causa da pandemia.

Moradores e apoiadores da Ocupação Bubas pedem a ajuda de empresários e da população iguaçuense em geral por meio da doação de doces e brinquedos para a festa do Dia das Crianças, data celebrada em 12 de outubro. O evento acontece há nove anos e tem como objetivo presentear cerca de três mil pequenos de até 12 anos que moram na comunidade e nos bairros próximos, na Região Sul.

Organizadores da festa comunitária, Rose dos Santos e Ademir Schilickmann concederam entrevista no programa Marco Zero. Eles explicaram que as doações devem ser feitas até o próximo domingo, 10, para haver tempo necessário à organização dos kits de brinquedos e doces. As famílias e crianças recebem senhas antecipadamente para retirar os presentes no dia da festa.

O Marco Zero é um programa conjunto produzido pelo H2FOZ e Rádio Clube FM. Entrevista, opinião, enquete, entretenimento, esporte, cultura e agenda. Todo sábado, das 10h às 12h. Participe do grupo no Whatsapp para receber as novidades. Clique aqui.

Neste ano, em razão da pandemia, não haverá atividades recreativas, como nas edições passadas. Além disso, também está mais difícil a arrecadação por causa do contexto sanitário. De acordo com Rose e Ademir, toda ajuda é bem-vinda, inclusive podendo ser brinquedos usados em bom estado de conservação. Os donativos podem ser entregues no barracão do Bubas ou na Pizzaria do Alemão, perto da ocupação. Se for um volume maior, os voluntários buscam a doação.

“Qualquer doce ou brinquedo é muito bem-vindo; o que for doação de coração, aceitamos”, frisa Rose dos Santos, que é uma referência comunitária na Ocupação Bubas. “As crianças esperam o ano inteiro para ganhar um brinquedinho, muitas delas só ganham um presente nesta festa, que organizamos com apoio das pessoas que nos ajudam doando doces e brinquedos”, relata.

Rose dos Santos e Ademir Schilickmann no programa Marco Zero – Foto: Carlos Sossa

Rose lembra que no primeiro ano eram 80 crianças, quantidade de participantes que subiu para 120 na segunda edição e, em 2020, reuniu cerca de três mil pequenos de até 12 anos. “Fazemos o controle certinho, temos todos os nomes apontados em um caderno, ano a ano”, explica a moradora da ocupação.

“É a união que faz a força para fazer uma criança feliz. Por causa da pandemia, está mais difícil arrecadar, por isso reforçamos o pedido para as pessoas que podem colaborar, comerciantes e empresários”, expõe Ademir Schilickmann. “Muitas crianças só contam com essa festa, esperam por ela o ano todo, já que o pai e a mãe não têm como dar um brinquedo”, relata.

Uma equipe de moradores e colaboradores organiza a festa a cada ano, que também recebe crianças que moram no Morenitas 1 e 2, Jardim Veraneio e outras comunidades na região do Porto Meira.

Para doar brinquedos e doces, entre em contato:

Rose dos Santos: (45) 99949-3787
Ademir Schilickmann: (45) 99806-6474

Arte: Divulgação
Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1349 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ