Brasileiro procurado por homicídio em Santa Catarina é preso no Paraguai

Rosto do brasileiro foi borrado nas imagens divulgadas à imprensa pela Polícia Nacional paraguaia

Homem de 40 anos foi localizado em uma estrada rural de Minga Guazú, a 26 quilômetros da Ponte da Amizade.

A Polícia Nacional do Paraguai localizou, na noite de sábado (18), um brasileiro de 40 anos, procurado pela Justiça de Santa Catarina pelo crime de homicídio. O foragido estava em companhia da filha de 12 anos. Segundo o Comando Tripartite, a jovem teria sido levada à força para o país vizinho.

Por envolver uma menor de idade que estaria sendo vítima de abusos sexuais, o nome do indivíduo não foi divulgado. O caso é tratado com reservas pelas autoridades paraguaias. Conforme o jornal ABC Color, Vivian Coronel, promotora que investiga crimes contra crianças e adolescentes, foi acionada para verificação dos fatos.

O brasileiro foi encontrado em Minga Guazú, município vizinho a Ciudad del Este, após troca de informações com a Polícia Federal (PF). A abordagem ocorreu em uma estrada rural no km 26 da Rodovia Internacional, a igual distância da Ponte da Amizade. O homem dirigia uma Saveiro com placas do Brasil e não ofereceu resistência.

“O detido foi trasladado à Direção de Investigação de Fatos Puníveis do Alto Paraná, à disposição das autoridades competentes”, informa a Polícia Nacional do Paraguai, que aguarda decisão judicial sobre a manutenção do indivíduo em território paraguaio ou sua expulsão via Ponte Internacional da Amizade, com entrega às autoridades brasileiras.

PCC

Na noite de sexta-feira (17), um brasileiro preso horas antes na área central de Ciudad del Este foi encaminhado à Polícia Federal, em razão de uma ordem de captura expedida pela Justiça do Espírito Santo. Maicon S.M. é apontado como integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que atua nos dois países.

A identificação ocorreu em plena Avenida Eusebio Ayala, próximo ao edifício Panorama I. O procurado tentou fugir, mas foi rendido por policiais paraguaios. Como estava em situação migratória irregular, a Justiça do país decidiu pela expulsão e condução de Maicon até a aduana brasileira da Ponte da Amizade, onde foi recebido pela PF.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.

-->