Brasileiro suspeito de vínculo com o PCC é expulso do Paraguai

Entrega à Polícia Federal (PF) ocorreu na Ponte Internacional da Amizade, fronteira entre Ciudad del Este e Foz do Iguaçu.

Apoie! Siga-nos no Google News

A Polícia Nacional do Paraguai entregou à Polícia Federal (PF) do Brasil, no último sábado (27), um cidadão de nacionalidade brasileira, suspeito de vínculo com a organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

Leia também:
Polícia confisca 300 celulares no Rio Paraná em Foz do Iguaçu

De acordo com o jornal Última Hora, o homem, de iniciais J.P.S. e idade de 32 anos, foi abordado durante um procedimento de rotina, na tarde de sexta-feira (26), em uma via pública do bairro Pablo Rojas, em Ciudad del Este.

No Brasil, J.P.S. tem antecedentes por homicídio, tráfico de drogas, assalto a banco e porte ilegal de armas de fogo e explosivos. No Paraguai, a expulsão ocorreu devido à situação migratória irregular no país.



A entrega à PF ocorreu na Ponte Internacional da Amizade, por meio dos acordos previstos no Comando Tripartite.

Além de J.P.S., um segundo brasileiro, de iniciais C.C.P., também foi expulso devido aos antecedentes no Brasil e à situação irregular no Paraguai. C.C.P. foi abordado na mesma operação policial que resultou na detenção de J.P.S.

LEIA TAMBÉM