Casos de dengue em crianças preocupam autoridades do Paraguai

De acordo com o Ministério da Saúde, quase um terço dos pacientes confirmados tem entre 5 e 10 anos de idade.

Apoie! Siga-nos no Google News

“À diferença de outros anos, estamos tendo uma epidemia infantil de dengue.” Foi o que afirmou a diretora de Vigilância da Saúde do Ministério da Saúde e Bem-Estar Social do Paraguai, Águeda Cabello, em entrevista ao jornal Última Hora.

Leia também:
Foz do Iguaçu terá vacina contra a dengue ofertada pelo Ministério da Saúde

Segundo Cabello, do total de casos confirmados na atual temporada epidemiológica, 32% afetam pacientes com idade entre 5 e 10 anos. “Essa proporção, também com registro de internações, é nova”, apontou.

Como possível causa, a diretora citou o fato de que parte da população adulta do país já desenvolveu algum tipo de imunidade em relação aos dois serotipos em circulação no Paraguai, DEN-1 e DEN-2.



Também ao Última Hora, Héctor Castro, diretor do Hospital Pediátrico Niños de Acosta Ñu, na região metropolitana de Assunção, confirmou o aumento de casos no público infantil, relatando que cerca de 90% dos atendimentos são referentes a quadros confirmados ou suspeitos de dengue.

Nas últimas três semanas, o Ministério da Saúde contabilizou 45.026 notificações de casos suspeitos, dos quais 4.483 foram confirmados. No total, 626 pessoas estão hospitalizadas com dengue no país, sendo 33% na faixa etária entre 5 e 14 anos.

O departamento (estado) de Alto Paraná, cujo principal centro urbano é Ciudad del Este, é a terceira região do Paraguai com maior aumento nas notificações, atrás apenas da área metropolitana de Assunção e da própria capital paraguaia.

Vacina

O Paraguai não tem, até o momento, previsão de aquisição de doses da vacina contra a dengue, desenvolvida pela farmacêutica japonesa Takeda.

Na província argentina de Misiones, a campanha pública de imunização já está em andamento, tendo como foco adultos entre 20 e 40 anos. No Brasil, o início está marcado para fevereiro, voltado ao público de 10 a 14 anos.

LEIA TAMBÉM