Com mercadorias do Paraguai, mais dois ônibus são retidos pela Receita Federal

De segunda a quinta, total de mercadorias retidas em ônibus que circulavam pela rodovia passou de R$ 1,6 milhão - Foto: Divulgação

Produtos foram avaliados em R$ 520 mil; nesta semana, sete veículos foram impedidos de seguir viagem na BR-277.

A Receita Federal do Brasil (RFB) apreendeu, nessa quinta-feira, 16, mais dois ônibus carregados com mercadorias do Paraguai, na BR-277, em situação de descaminho, segundo o órgão. Os produtos foram avaliados em R$ 520 mil.

O primeiro veículo foi parado às 14h30, em um posto de combustíveis que fica às margens da rodovia, na cidade vizinha de Medianeira (PR). Com origem em Tapejara (RS), o ônibus estava com o “bagageiro carregado com mercadorias sem notas fiscais ou outro documento comprovatório de regularidade fiscal”, informou a RFB.

Pouco depois, às 17h, no posto de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Santa Terezinha de Itaipu (PR), ocorreu a retenção de um coletivo com viagem destinada a São Paulo. O veículo também transportava mercadorias sem comprovação.

De acordo com a assessoria da Receita Federal, ninguém foi preso. Os ônibus e os produtos foram retidos e encaminhados à sede do órgão em Foz do Iguaçu. Nas duas ocorrências, serão “enviadas representações fiscais ao Ministério Público para apuração dos ilícitos”, registrou.

Nesta semana, de segunda a quinta-feira, sete ônibus foram retirados de circulação, totalizando mais de R$ 1,6 milhão em itens sem comprovação da importação. As ações foram empreendidas por servidores da RFB e da PRF.

Na segunda-feira, 13, dois coletivos tentaram passar o posto de fiscalização policial no horário da troca de turno dos agentes. As mercadorias retidas somaram R$ 500 mil.

Na terça-feira, 14, a RFB fez a retenção de mais três ônibus de turismo, em Santa Terezinha de Itaipu. Os itens retirados de circulação totalizaram R$ 600 mil.

Ação nas fronteiras

A Receita Federal frisa que as ações integraram o Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), que visa à atuação integrada e coordenada dos órgãos de segurança e de fiscalização das fronteiras. O foco é a prevenção e o combate de crimes transfronteiriços, em especial contrabando e tráfico de drogas, armas e medicamentos.

“GUARÊ – Podcast: “Ponte da discórdia, transporte coletivo e outras surpresas mais”

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Paulo Bogler - H2FOZ tem 1348 posts e contando. Ver todos os posts de Paulo Bogler - H2FOZ