Filme paraguaio é premiado em festival na Itália

Cena do curta-metragem paraguaio "Y", premiado na Itália. Imagem: Divulgação.

Produção retrata o contraste entre a escassez de água potável nas cidades e a existência de grandes reservas como o Aquífero Guarani.

Uma produção paraguaia, o curta-metragem “Y”, ganhou o prêmio de Melhor Curta no Aqua Film Festival, que acontece em Roma, na Itália. O filme, dirigido por Cristina Arana e protagonizado pelo ator Jork Aveiro, concorreu com outras 14 obras, procedentes de países como Itália, Espanha e Grécia.

WHATSAPP – Assine a nossa linha de transmissão.

TELEGRAM – Entre em nosso grupo.

O enredo aborda o contraste entre o fato de que o Paraguai tem uma das maiores reservas de água per capita no mundo e a escassez de água potável nas residências do país, gerada por décadas de crescimento desordenado e falta de investimentos públicos na área de saneamento básico.

“Fico indignada que, em um país tão rico em energia elétrica, a infraestrutura seja tão precária e que as pessoas que exercem alguma influência, a administração, não construa as instalações necessárias para o desenvolvimento de uma sociedade melhor”, afirmou a diretora, em entrevista ao jornal ABC Color.

“Y”, o título do filme, é a palavra guarani para “água”. Basilio, o personagem de Jork Aveiro, é um homem que precisa lidar com a falta do líquido vital e situações de corrupção no cotidiano. Além de Aveiro, os atores Roberto Cardozo e Aníbal Giménez estrelam a produção, que ainda não está disponível nas plataformas de streaming.

Entrevista de Cristina Arana e Jork Aveiro ao canal A24 Paraguay.
Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Guilherme Wojciechowski - H2FOZ

Guilherme Wojciechowski é repórter colaborador do H2FOZ. E-mail: [email protected] - Veja mais mais conteúdo do autor.