Guerrilheiros libertam empregado sequestrado junto com ex-vice-presidente do Paraguai

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

O indígena Adelio Mendoza, empregado do ex-vice-presidente Óscar Denis, sequestrado junto com ele na quarta-feira, 9, pelo grupo guerrilheiro Exército do Povo Paraguaio, foi libertado ainda no sábado, 12, segundo informou na noite desta segunda-feira, 14, o jornal Última Hora.

As autoridades paraguaias não deram detalhes sobre as circunstâncias de sua liberação, mas espera-se que ele possa trazer alguma informação sobre o ex-vice-presidente. Mendoza já está sob proteção da Força Tarefa Conjunta.

Para libertar o ex-vice-presidente, o EPP exige doação de US$ 2 milhões em mantimentos para comunidades indígenas e que sejam soltos dois companheiros, Carmen Villalba e Alcides Oviedo.

O prazo para a soltura dos dois venceu no domingo, 22h. Eles ameaçam fuzilar o ex-vice-presidente.

error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.