Lado argentino das Cataratas teve quase 600 mil visitas no primeiro semestre

Número representa queda na comparação com o mesmo período do ano passado, anterior ao agravamento da crise.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Parque Nacional Iguazú, que abriga o lado argentino das Cataratas do Iguaçu, recebeu, no primeiro semestre de 2024, 595.358 visitantes, queda de 22,1% em relação ao mesmo período de 2023, quando 764.098 pessoas passaram pelo atrativo.

Leia também:
Veja o movimento nos atrativos de Foz do Iguaçu no primeiro semestre de 2024

Os números de 2024 são inferiores, também, aos de 2022, quando 657.966 argentinos e estrangeiros visitaram a unidade de conservação em Puerto Iguazú. O melhor primeiro semestre da história foi o de 2019, com a entrada de 766.336 turistas e moradores locais.

Dois fatores contribuíram de forma decisiva para a redução em 2024: o agravamento da crise econômica na Argentina, que limitou o orçamento das famílias para viagens e atividades de lazer, e o fechamento da passarela argentina da Garganta do Diabo.

Quanto à passarela, que está interditada desde as cheias de outubro de 2023, a concessionária Iguazú Argentina informa que já concluiu o trabalho de reparação, com data agendada de reinauguração para o próximo dia 13 de julho.

Brasil

No lado brasileiro, em Foz do Iguaçu, o Parque Nacional do Iguaçu teve 853.340 visitantes no primeiro semestre de 2024, entre os dias 1.º de janeiro e 30 de junho.

O volume é apenas ligeiramente abaixo dos 855.381 do mesmo período de 2023 e equivale a 94% do fluxo recebido em 2019 (907.517 pessoas), ano do recorde de brasileiros e estrangeiros na unidade de conservação.

LEIA TAMBÉM
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.