Loja e “guias” de Ciudad del Este acham novo jeito de lograr brasileiros

Fazer compras em Ciudad del Este é sempre um prazer. Mas há que se ter cuidado com os mal-intencionados. Foto: captura de tela, meramente ilustrativa

Eles usam o nome de empresas renomadas para levar os turistas a lojas que pretendem aplicar golpes..

Criatividade é o que não falta quando se trata de enganar turistas brasileiros.

Um painel de propaganda, numa das principais avenidas de Ciudad del Este, induz o comprador brasileiro a acreditar que uma loja de má fama é ligada a outra muito procurada por turistas, por ser confiável.

No cartaz, o nome da tal loja aparece junto com o da outra. E a indução ao erro é reforçada pela ação dos “guias de compras”, aqueles que procuram encaminhar os turistas a lojas onde já têm acertos. São os famosos “pirañitas”.

Vestindo uma camiseta da loja de boa fama, o “pirañita” convence o turista a ir à outra, como se fosse uma espécie de filial.

“É a mesma loja”, disse o “pirañita” a um desconfiado turista brasileiro.

Tão desconfiado que fotografou com seu celular o cartaz e a roupa que o jovem vestia e foi fazer a denúncia ao portal CDE Hot, que publicou a notícia na quarta-feira, 1.

Depois, o turista foi à loja original e contou o que estava acontecendo.

O comerciante mal intencionado, ao tomar conhecimento disso, imediatamente apagou a evidência, no outdoor, e substituiu o nome da loja pela inscrição “Dub”, que é uma marca de receptores de canais via Internet (o “skygato”).

Um jornalista do CDE Hot também conversou com a loja que estava tendo a marca usada ilegalmente e lhe disseram que, de fato, não tinham nada a ver com a outra. Era mesmo um golpe.

SHOPPINGS E GALERIAS

São tantas as denúncias sobre lojas que lesam compradores brasileiros que a Defesa do Consumidor de Ciudad del Este fez uma recomendação aos donos de shoppings e galerias: que estabeleçam no contrato com lojistas uma cláusula em que, se houver denúncia de golpe contra turistas, o contrato de aluguel será imediatamente rescindido, sem direito a reclamação.

O Shopping Vendôme, um dos locais em que funcionam lojas denunciadas por compradores, conforme lista divulgada pela Polícia Nacional do Paraguai (veja o link abaixo), já estabeleceu que não é permitida a presença de “pirañitas” no local.

Os “pirañitas” atuam porque têm conchavo com comerciantes mal intencionados.

Então, não custa lembrar isso a um visitante, a um turista. Deveria haver, no lado de cá da Ponte da Amizade, diversos alertas, pra que os brasileiros não sejam vítimas de golpes, como frequentemente sai nos noticiários.

Veja as recomendações da polícia do Paraguai:

Polícia Nacional do Paraguai faz alerta e divulga lista de lojas que já lesaram turistas

Gostou do texto? Contribua para ampliar o jornalismo em Foz do Iguaçu. ASSINE JÁ

Já escutou o último episódio do GUARÊ, o podcast do H2FOZ? OUÇA AGORA

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

Cláudio Dalla Benetta é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

Claudio Dalla Benetta - H2FOZ tem 1167 posts e contando. Ver todos os posts de Claudio Dalla Benetta - H2FOZ

error: O conteúdo protegido !!! Este conteúdo e de exclusividade do H2FOZ.