Nota de 10 mil pesos entra em circulação na Argentina

Bilhete vale o equivalente a cerca de R$ 50; até então, maior cédula era a de P$ 2 mil, com valor aproximado de R$ 10.

Apoie! Siga-nos no Google News

O Banco Central da República Argentina (BCRA) colocou em circulação, nessa terça-feira (7), a inédita cédula de P$ 10 mil, cujo valor equivale a cerca de R$ 50 na cotação praticada na região de fronteira (R$ 1 por P$ 200).

Leia também:
Ingresso para o lado argentino das Cataratas custará quase R$ 200

Os bilhetes estão sendo distribuídos aos bancos e às empresas que operam os caixas automáticos em todo o país, devendo chegar às mãos do público primeiro nas grandes cidades. Até então, a maior nota era a de P$ 2 mil (aproximadamente R$ 10).

Frente e verso da nova cédula, que deve demorar alguns dias para chegar a Puerto Iguazú. Imagem: Divulgação/Banco Central da República Argentina
Frente e verso da nova cédula, que deve demorar alguns dias para chegar a Puerto Iguazú. Imagem: Divulgação/Banco Central da República Argentina

A cédula de P$ 10 mil traz o rosto de Manuel Belgrano, criador da bandeira argentina, e de María Remedios del Valle, heroína da Guerra da Independência. No verso, é estampada uma recriação do ato de juramento da bandeira.

Ainda em 2024, o BCRA pretende emitir mais um bilhete, o de P$ 20 mil, com a imagem do herói nacional Juan Bautista Alberdi. A previsão atualizada para lançamento da nota, que valerá cerca de R$ 100, é para o último trimestre do ano.

Já as moedas e notas de baixo valor, “aposentadas” pela inflação interanual (cumulativo dos últimos 12 meses) de quase 300%, podem ser trocadas nas agências bancárias da Argentina.

LEIA TAMBÉM

Comentários estão fechados.