Funcionária do Judiciário do Paraguai é parada com caminhonete roubada no Brasil

Mulher de 29 anos foi abordada durante controle de rotina em Assunção; veículo tem denúncia de roubo em Santa Catarina.

Apoie! Siga-nos no Google News

Uma mulher de 29 anos, que possui um cargo no Ministério Público do Paraguai, está no centro da polêmica no noticiário do país vizinho, nesta segunda-feira (13), após ter sido flagrada conduzindo uma caminhonete modelo Toyota Hilux denunciada como roubada no Brasil. O caso ocorreu no fim de semana, em Assunção, e viralizou nas redes sociais.

Leia também:
Caminhonete apreendida com funcionária do Judiciário será devolvida ao Brasil

Segundo o jornal Última Hora, a mulher foi parada durante uma ação de rotina na Avenida Madame Lynch, uma das mais transitadas da capital paraguaia. Os policiais responsáveis pela verificação dos dados constataram que a placa e o chassi não coincidiam, motivo pelo qual solicitaram à motorista e a uma segunda pessoa que estava no carro que descessem para uma averiguação mais detalhada.

A mulher, porém, acelerou e tentou fugir, sendo parada novamente, quadras adiante, nas imediações da Avenida Costanera Norte. Rolando Torales, policial que comandou o procedimento, relatou ao Última Hora que a abordada se identificou como assistente do Ministério Público e agiu de forma ríspida com os agentes.

Apesar da resistência, o veículo foi apreendido, uma vez que ficou comprovada a existência de um alerta de roubo no estado de Santa Catarina. Já a motorista foi liberada, o que gerou questionamentos ao promotor Oscar López, que estava de plantão no momento da ocorrência.

À Radio Ñandutí, López negou que tenha favorecido a colega. “O policial que me telefonou perguntou só se poderia apreender o veículo. Não fui informado que a motorista era uma assistente do Ministério Público, disseram só que eram duas mulheres. […] Para mim, não há cidadãos de primeira ou de segunda classe”, disse. No final da manhã desta segunda, López solicitou a detenção da motorista.

LEIA TAMBÉM
14 Comentários
  1. […] Leia também:Funcionária do Judiciário do Paraguai é parada com caminhonete roubada no Brasil […]

  2. Hermes Vargas dos Santos Diz

    Olha a gravidade da situação, uma assistente do ministério público paraguaio passeando com uma camioneta roubada no Brasil. Tentou fugir, pois sabia que o veículo foi roubado … Haverá demissão sumária do cargo? Duvido.

  3. Moroti Bento Americo Diz

    Levaro um caminhão Scania frontal d SC pra vende no Paraguai e a carreta 3 eixos junto carreta da empresa rodoviário nova era fãs tempo até hoje nunca descobriro

  4. Paulo Roberto de Oliveira Diz

    Parece um pais chamado Brasil, o promotor liberou a colega pq não sabia, é né gilmar Mendes solta um compadre e não se coloca impedido tudo farinha do mesmo saco…

  5. Jorge lanes. Diz

    PARAGUAI.ANTRO.DE LADROES.
    TRAFICANTES.DE TODAS.AS ESPECIES.ARMAS.DROGAS.CARROS.MULHERES..APRENDERAM.COM.OS LADROES.DO BRAZIL.PARTIDO.DAS.TREVAS.COMANDADAS.POR.SATANAS.VAI ARDER.NO INFERNO.

  6. Antonio Amarilla Zárate Diz

    Jorge Lanes, tenha mais educação quando se refere ao meu país……
    Parece que no país em que você vive é melhor que Suíça……
    Brasil não tem corrupção, ladrões, nove dedos, lava-jato, roubalheira, presidente burro, analfabeto……
    E tantas outras coisas…..

  7. Anônimo Diz

    Vão prender voto fizeram com Ronaldinho ou vai ficar o dito pelo não dito

  8. Anônimo Diz

    Antônio Amarilla zarate… peço lhe desculpas pelo comentário do meu compatriota….sou Brasileiro e não somos um país o de possamos apontar os defeitos dos outros países.Temos um país cheios de corruptos e ladrões, justiça corrupta e um ladrão na presidência, portanto não temos moral pra criticar nenhum país vizinho.

  9. José Francisco de Sousa Filho Diz

    Não sei que moral tem o cidadão que chama alguém de ladrão e faz vista grossa com um ladrão que é obrigado a devolver o produto do roubo.

  10. Anônimo Diz

    Acredito q a justiça do Paraguai, vai punir os devidos cidadãos

  11. norberto diniz de almeida Diz

    Somos todos iguais, Eu nasci na fronteira, e me sinto muito mal quando alguém fala mal dos nossos Vizinhos, se, PRY, BLVA, ARGNA, URGY, é tão Ruins, então, porq Q os brasileiros ainda não deixaram de frequentar o lugar, estranho não?..

  12. norberto diniz de almeida Diz

    Somos todos iguais, Eu nasci na fronteira, e me sinto muito mal quando alguém fala mal dos nossos Vizinhos, se, PRY, BLVA, ARGNA, URGY, é tão Ruins, então, porq Q os brasileiros ainda não deixaram de frequentar o lugar, estranho não?..?

  13. Silvio Diz

    O Problema de qualquer discussão seja qual for …entra política….Aki no Brasil os Petistas taxaram quem não compactua com eles de Bolsonaristas, genocidas ladrão de jóias…pra quem não sabe o que está escutando…o Lula levou embora pro sítio 09 containers de presentes….e não devolveu nada…kkk

  14. Mauro S Diz

    Como sempre tem gado espalhando Fake News de ZAP, enquanto isso os ladrões que estavam na Presidência fugiram para Orlando, e agora tem que devolver o produto do roubo, senão é jaula. Pior que são manipulados por redes sociais. Muito brasileiro vai no PY para sonegar imposto e ainda críticam o País, que tem um povo trabalhador. Não fiquem ressentidos amigos paraguaios, pois quem os critica são os piores mau-carater.

Comentários estão fechados.