Paraguai incentiva turismo interno. Pacotes são oferecidos por 500 agências de viagens

H2FOZ – Cláudio Dalla Benetta

O paraguaio, assim como o argentino e o brasileiro, adora viajar. Entre os destinos preferidos dos paraguaios, estão as praias do Brasil. Mas não é tempo de praia e muito menos de sair do país, com as fronteiras fechadas por causa da pandemia de coronavírus. O que resta? “Abraçar sua terra”.

“Abraça tua terra” é justamente o lema da campanha da Secretaria Nacional de Turismo do Paraguai, para incentivar os paraguaios a conhecerem os atrativos turísticos do país. A campanha tem adesão de cinco operadoras turísticas, com pacotes abertos para comercialização por mais de 500 agências de viagens de todo o país.

Nos pacotes, há muitas opções: turismo de natureza, ecoaventura, pesca, compras, cultura e muito mais. É a oportunidade de “conhecer mais a fundo o país”, segundo a Senatur.

Os pacotes foram apresentados num encontro virtual com as operadoras de turismo. A ministra de Turismo, Sofía Montiel de Afara, estava acompanhada do presidente del Banco de Fomento, Carlos Maria Florentín Benítez; do diretor da Secretaria de Defesa do Consumidor e Usuário, Rodrigo Recalde; e do gerente de Negócios do Bancard, Carlos Pérez.

Segundo Sofía Montiel de Lara, o setor turístico já conta com cinco protocolos de segurança aprobados pelo Ministério de Saúde Pública, que serão colocados em prática nos estabelecimentos hoteleiros, em pousadas e atrativos turísticos.

A iniciativa será acompanhada pela Secretaria de Defesa do Consumidor, o que permitirá que as pessoas comprem os pacotes agora para utilizá-los no futuro, garantindo o preço e as condições de compra.

Esses pacotes poderão ser usados na fase 4 da quarentena inteligente, que está em vigor no Paraguai desde o dia 20 deste mês, mas não em Assunção e nos departamentos de Alto Paraná e Central. A capital e o departamento Central são as áreas mais populosas do país.

O Banco BNF anunciou, no evento on line, que os cartões de crédito poderão ser utilizados para pagamento dos pacotes turísticos com 60 dias de gratuidade. O Ban card também oferecerá vantagens financeiras e benefícios aos viajantes.

A intenção da Senatur é “acender o motor da economia por meio do turismo interno”, disse a ministra do Turismo.

Ruínas jesuíticas, de interesse histórico e cultural. Foto Senatur
error: O conteúdo é de exclusividade do H2Foz.