Pente-fino: RF recolhe 7 ônibus carregados com R$ 1,4 milhão em mercadorias irregulares

Os ônibus e as mercadorias foram encaminhadas para a RF em Foz - Foto: Divulgação

Operação da Receita Federal mira coletivos que transportam produtos importados com suspeita de irregularidades.

Em operação nessa terça-feira, 7, a Receita Federal do Brasil (RFB) reteve sete veículos com mercadorias importadas e consideradas irregulares pelo órgão. Nos veículos, havia eletrônicos, bebidas, brinquedos e outros produtos que foram estimados em R$ 1,4 milhão.

Segundo a RFB, não foram apresentadas notas fiscais ou documentos para comprovar a regularidade fiscal dos itens. As mercadorias e os coletivos foram retidos e encaminhados à sede da Receita Federal em Foz do Iguaçu.

Ninguém foi preso nas abordagens, mas, segundo a assessoria do órgão, “serão enviadas representações fiscais ao Ministério Público para a apuração de ilícitos”. A ação ocorreu no contexto do Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF), que promove a fiscalização e o controle de crimes na região transfronteiriça.

A Receita Federal informou que um dos ônibus foi parado próximo ao posto de pedágio na BR-277 em São Miguel do Iguaçu (PR). Outros quatro foram abordados na vizinha cidade de Santa Terezinha de Itaipu – três deles no posto da Polícia Rodoviária Federal.

A fiscalização ao sexto veículo foi em Foz do Iguaçu, “escondido em um posto de combustível”, de acordo com a PRF, no Parque Imperatriz, onde se ocultava da fiscalização. Na abordagem ao sétimo coletivo, também no posto da PRF na BR-277, os servidores federais trabalharam em conjunto com uma equipe da Denarc, da Polícia Civil do Paraná.

É proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo sem prévia autorização do H2FOZ.

Paulo Bogler - H2FOZ

Paulo Bogler é jornalista e repórter do H2FOZ. e-mail: [email protected] Veja mais mais conteúdo do autor.

-->