Polícia do Paraguai prende suspeito de fraude contra brasileiro

Homem de 23 anos “guiou” turista baiano até uma loja de Ciudad del Este; brasileiro não recebeu os celulares pelos quais pagou.

Apoie! Siga-nos no Google News

Agentes da Polícia Turística do Paraguai prenderam, nessa segunda-feira (15), um cidadão de nacionalidade paraguaia, de 23 anos, apontado como o responsável por “guiar” um turista brasileiro até uma loja de pequeno porte, na qual foi vítima de um golpe.

Leia também:
Palestino residente no Brasil relata golpe em loja do Paraguai

De acordo com o jornal La Nación, Victor A., procedente de Salvador (BA), foi abordado por Juan Carlos V.A. nos arredores da Ponte Internacional da Amizade. Juan Carlos disse ao visitante que o levaria a uma loja com preços promocionais de telefones celulares.

No local, a vítima pagou R$ 11,5 mil pela aquisição de quatro aparelhos da marca Apple, que supostamente seriam entregues no Brasil. Como a entrega não ocorreu, Victor retornou ao Paraguai e procurou a Polícia Turística para denunciar a situação.

Juan Carlos, que não tem antecedentes judiciais, foi reconhecido por meio de foto. O suspeito permanece detido, à disposição do Ministério Público do Paraguai. As investigações sobre os demais envolvidos na fraude continuam.

Conforme denunciado em inúmeras oportunidades pelos próprios empresários e autoridades de Ciudad del Este, golpistas alugam salões comerciais em ruas de menor movimento ou shoppings que venderam seus espaços para terceiros, com o intuito de praticar fraudes contra turistas brasileiros e de outras nacionalidades.

Os falsos comerciantes contam com a cumplicidade dos “guias de compras” (pejorativamente chamados de pirañitas), autônomos que são arregimentados para o esquema em troca de comissão.

Em caso de problemas durante as compras no Paraguai, a recomendação imediata é procurar o escritório da Polícia Turística, localizado na aduana de Ciudad del Este, na pista de sentido Brasil.

LEIA TAMBÉM
1 comentário
  1. Linwood Diz

    Dar atenção pra estes as supostos guias é correr sérios riscos, rola até ameaças de morte.

Comentários estão fechados.